A maior notícia no ano em que você nasceu

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

A maior notícia no ano em que você nasceu

Nas últimas décadas, testemunhamos algumas das mudanças mais profundas da história humana. Desde guerras e desenvolvimentos tecnológicos, até avanços na ciência e progresso nos direitos civis, o mundo tem visto grandes enredos que deixaram sua marca na história. E o ano que você nasceu também tem um forte significado histórico! Quer apostar?

Para descobrir qual evento no ano em que você nasceu teve o maior impacto no mundo, confira esta galeria.

©

Getty Images

1960: John F. Kennedy foi eleito presidente

Após usar sua juventude e boa aparência a seu favor durante o primeiro debate presidencial televisionado do mundo, JFK foi eleito presidente dos EUA em 1960.

©

Getty Images

1961: invasão a Cuba

A invasão da Baía dos  P o r c o s  foi uma operação financiada e dirigida pela CIA que fracassou. Consistia no desembarque de exilados cubanos, que eram contra a revolução de Fidel Castro, na costa sudoeste de Cuba.

©

Getty Images

1962: Marilyn Monroe foi encontrada morta

Marilyn Monroe era, sem dúvidas, a maior estrela de cinema da época. Ela foi encontrada morta por overdose em 1962. A notícia chocou o mundo e lançou inúmeras teorias conspiratórias baseadas em suas conexões com JFK e Joe DiMaggio.

©

Getty Images

1963: o assassinato de JFK

Enquanto estava em turnê para sua candidatura à reeleição, JFK foi assassinado em Dallas, Texas, pelo atirador Lee Harvey Oswald. O trágico evento é considerado o início de uma das eras mais turbulentas da história americana.

©

Getty Images

1964: a Beatlemania toma o mundo

O mundo se apaixonou por John, Paul, Ringo e George e a Beatlemania tomou conta do mundo como uma tempestade. Os gigantes do rock inglês mudaram a música e a cultura pop para sempre.

©

Getty Images

1965: As marchas de Selma a Montgomery

As marchas de Selma a Montgomery foram três marchas de protesto, realizadas ao longo da rodovia de 87 km que liga a cidade de Selma a Montgomery. Os protestos pacíficos foram organizadas por ativistas não violentos que apoiavam que os cidadãos afro-americanos exercessem seus direitos constitucionais de voto.

©

Getty Images

1966: os EUA bombardearam um depósito de petróleo perto de Hanói

Foi a primeira vez que as forças americanas bombardearam a capital norte-vietnamita de Hanói. O evento acabou com qualquer esperança de uma rápida resolução da crescente Guerra do Vietnã.

©

Getty Images

1967: a crescente tensão no Oriente Médio

Em 1967, a tensão entre Israel e seus vizinhos árabes era mais uma vez alta, pois eles se encontravam numa guerra sangrenta e controversa. Mesmo em desvantagem numérica, o Estado judeu provou ser feroz, no que ficou conhecido como a Guerra dos Seis Dias.

©

Getty Images

1968: Martin Luther King Jr. foi morto a tiros

O ícone da luta pelos direitos civis estava na varanda do Motel Lorraine em Memphis, Tennessee, quando foi morto a tiros por James Earl Ray. A tragédia provocou revoltas raciais em todo o país.

©

Getty Images

1969: Chegada à Lua

Em 1969, Neil Armstrong, Buzz Aldrin e Michael Collins decolaram do Centro Espacial Kennedy a bordo do foguete Saturn V. Depois de três dias de viagem, Armstrong e Aldrin caminharam na superfície da Lua.

©

Getty Images

1970: fogo aberto contra manifestantes anti-guerra

As universidades eram o centro dos movimentos de protesto anti-guerra e se tornaram uma dor de cabeça para o governo de Richard Nixon. Durante um protesto na Universidade Estadual de Kent, a Guarda Nacional de Ohio abriu fogo contra a multidão de manifestantes, matando quatro estudantes e ferindo outros nove.

©

Getty Images

1971: os Pentagon Papers

Os Pentagon Papers foram um estudo do Departamento de Defesa dos EUA sobre o envolvimento do país na Guerra do Vietnã. Os documentos foram publicados primeiro pelo jornal The New York Times, expondo diversos erros e como várias administrações enganaram o público americano sobre a guerra. Eles também revelaram bombardeios clandestinos em Laos, que hoje é considerado o bombardeio mais pesado da história.

©

Getty Images

1972: massacre nos Jogos Olímpicos

Durante os Jogos Olímpicos em Munique, 11 atletas israelenses e um policial da Alemanha Ocidental foram sequestrados e assassinados por  t e r r o r i s t a s  palestinos. O conflito no Oriente Médio já havia se tornado global.

©

Getty Images

1973: Caso Roe contra Wade

Depois que uma mulher solteira entrou com uma ação para prosseguir com um aborto no Texas, o que era crime na época, a Suprema Corte dos EUA decidiu que os estados não podiam interferir completamente na decisão de uma mulher sobre interromper sua gravidez ou não.

©

Getty Images

1974: A renúncia de Nixon

O presidente Richard Nixon anunciou sua renúncia em meio a processos de impeachment decorrentes do escândalo Watergate e com seu governo resistindo a uma investigação no Congresso.

©

Getty Images

1975: Saigon caiu

Dois anos depois que as últimas tropas americanas deixaram o Vietnã, tropas comunistas do Vietnã do Norte tomaram Saigon, encerrando quase duas décadas de guerra.

©

Getty Images

1976: o Concorde mudou as viagens aéreas

Dois jatos Concorde voaram simultaneamente: um de Londres para Bahrein, operado pela British Airways; e o outro de Paris para o Rio de Janeiro via Dakar, operado pela Air France. Isso marcou o primeiro voo comercial mais rápido que a velocidade do som. No entanto, devido ao custo de manutenção, passagens caras e um acidente fatal em 2000, o Concorde chegou ao fim.

©

Getty Images

1977: Jimmy Carter assumiu o cargo

O democrata foi eleito em grande parte como resposta ao Watergate. O escândalo forçou a renúncia de Richard Nixon e instalou Gerald Ford como presidente depois que o vice de Nixon, Spiro Agnew, foi forçado a deixar o cargo.

©

Getty Images

1978: o massacre de Jonestown

Num dos maiores assassinatos em massa da história, 900 seguidores de James Jones, um líder de seita, beberam (e forçaram as crianças a beber) veneno nas selvas da Guiana.

©

Getty Images

1979: a revolução iraniana

Em meio a condições econômicas ruins, um aumento do descontentamento em relação ao governo e um amplo apoio ao líder religioso Aiatolá Ruhollah Khomeini, a monarquia no Irã foi dissolvida. Khomeini declarou o Irã uma república islâmica e começou a reconstruir a sociedade com base em princípios religiosos conservadores.

©

Getty Images

1980: a morte de John Lennon

Em 8 de dezembro de 1980, o ícone da música John Lennon foi morto a tiros em Nova York. Muitos continuam a se reunir em seu memorial Strawberry Fields no Central Park no aniversário de sua morte.

©

Getty Images

1981: AIDS chega a América

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA publicaram um relatório sobre cinco homens gays que tinham sido diagnosticados com uma forma rara de pneumonia. Estes foram os primeiros casos notificados na América do que mais tarde seria conhecido como HIV/AIDS.

©

Getty Images

1982: México desencadeou crise da dívida regional

A estagnação econômica global e o excesso de empréstimos entre as maiores economias da América Latina entrou em erupção quando o México disse ao Federal Reserve dos EUA que não poderia mais pagar sua dívida de US$ 80 bilhões. Praticamente todos os países da América Latina, liderados pelo Brasil, Argentina e México, não conseguiam pagar empréstimos. Isso iniciou uma crise que seria conhecida como a “década perdida” da região, repleta de severas medidas de austeridade e instabilidade política.

©

Getty Images

1983: a internet nasceu

No início de 1983, a Advanced Research Projects Agency Network (ARPANET) passou para o protocolo TCP/IP padrão da World Wide Web. O protocolo se tornaria a base técnica da internet, já que permitia a ampliação do espaço disponível de endereços e descentralizava a rede, o que significa que ampliava a acessibilidade.

©

Getty Images

1984: produtos químicos mataram milhares na Índia

Considerado o pior desastre químico do mundo, cerca de 30 toneladas de isocianato de metila (um gás industrial usado para fazer pesticidas) foram liberadas numa fábrica da Union Carbide Corp em Bhopal, Índia. Aproximadamente 600.000 moradores de favelas próximas foram expostos ao produto químico altamente tóxico, causando 15.000 mortes e uma geração de defeitos congênitos.

©

Getty Images

1985: reunião entre Reagan e Gorbachev

Apesar das críticas do presidente dos EUA Ronald Reagan à União Soviética, ele concordou em se encontrar com Mikhail Gorbachev em Genebra, Suíça. Embora o encontro não tenha tido muito resultado, esse foi o primeiro passo do que se tornaria uma relação mais próxima entre as duas superpotências.

©

Getty Images

1986: o desastre de Chernobyl

Considerado o pior desastre nuclear da história, tanto em custos quanto em mortes, o desastre ocorreu em 26 de abril de 1986 na Usina Nuclear de Chernobyl, na Ucrânia soviética.

©

Getty Images

1987: o mercado de ações entrou em colapso

Em 19 de outubro de 1987, a bolsa de valores Dow Jones Industrial Average caiu 508 pontos, mais de 22%. A queda foi pior do que o incidente de 1929. Entre as razões para a queda estavam o aumento das tensões no Golfo Pérsico e a preocupação com taxas de juros mais altas.

©

Getty Images

1988: o atentado de Lockerbie

O voo Pan-Am 103 era um voo transatlântico regular que decolou de Londres. Quando a aeronave passou sobre a pequena cidade escocesa de Lockerbie, uma bomba líbia, que havia sido contrabandeada a bordo, detonou. A aeronave explodiu, matando todas as 259 pessoas a bordo e mais 11 no chão.

©

Getty Images

1989: a queda do Muro de Berlim

Rachaduras do bloco soviético começaram a aparecer na década de 1980 e o símbolo da repressão comunista caiu de vez quando o Muro de Berlim desmoronou, encerrando uma divisão de 28 anos da cidade.

©

Getty Images

1990: Nelson Mandela foi libertado

Ícone da democracia e da justiça social, Mandela foi preso por seus esforços anti-apartheid e passou quase 27 anos na prisão. A pressão internacional sobre o governo sul-africano pela sua libertação aumentou. Ele foi finalmente libertado da prisão em 11 de fevereiro de 1990 e tornou-se presidente da África do Sul em 1994.

©

Getty Images

1991: EUA entrou em guerra no Oriente Médio

Depois que o Iraque invadiu e ocupou o Kuwait, os EUA enviaram forças para defender a vizinha Arábia Saudita de possíveis invasões e para proteger seus ativos petrolíferos. Com a Arábia Saudita assegurada, os EUA implementaram a Operação Tempestade no Deserto para empurrar as forças iraquianas de volta através da fronteira com o Kuwait, numa operação militar que durou até um cessar-fogo entrar em vigor.

©

Getty Images

1992: fim da Guerra Fria

Poucas semanas após a dissolução da União Soviética, o presidente americano George H.W. Bush e seu o presidente russo Boris Yeltsin se reuniram para declarar formalmente o fim da Guerra Fria. A reunião ocorreu dias depois de ambos os países anunciarem que parariam de mirar mísseis nucleares um contra o outro.

©

Getty Images

1993: a União Europeia tornou-se realidade

O Tratado da União Europeia, também conhecido como Tratado de Maastricht, entrou em vigor em Novembro de 1993. O acordo abriu caminho para a remoção dos controles fronteiriços entre os Estados-membros e convidou novos membros a ingressar na União.

©

Getty Images

1994: a perseguição a O.J. Simpson

Em 17 de junho de 1994, as pessoas viram O.J. Simpson, um ex-astro do futebol americano, ser seguido pela polícia de Los Angeles numa perseguição de carros televisionada. Após sua rendição, a mídia estava cheia de detalhes escandalosos do duplo assassinato que ele foi acusado de cometer. Em outubro de 1995, O.J. seria absolvido num dos maiores julgamentos do século.

©

Getty Images

1995: terror em Oklahoma

No ataque  t e r r o r i s t a  doméstico mais mortal da história dos EUA, os radicais anti-governo Timothy McVeigh e Terry Nichols bombardearam o Edifício Federal Alfred P. Murrah em Oklahoma City. No total, 168 pessoas, incluindo 19 crianças, foram mortas. 

Fontes: (USA Today) (Grunge)

Veja também: O Melhor Filme do Oscar no ano que você nasceu!

©

Getty Images

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Pequim anuncia medidas contra Covid-19 por 5 anos e apaga menção em seguida

Os habitantes de Pequim ficaram intrigados nesta segunda-feira, 27, depois que as autoridades da cidade anunciaram em um relatório que manteriam as várias medidas...

G7 lança programa para investir US$ 600 bilhões em países em desenvolvimento

Os países do G7 lançaram um grande programa de investimento de US$ 600 bilhões para as nações em desenvolvimento, destinado a responder às grandes...

Protestos no Equador já duram mais de duas semanas e causaram mais de R$ 500 milhões em prejuízos

Os milhares de manifestantes indígenas que seguem mobilizados em protesto contra o governo do Equador, se mantiveram neste domingo, 26, como eles próprios afirmam,...
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com