Vanderlei Luxemburgo anuncia pré-candidatura ao Senado por Tocantins

Com uma carreira extensa como treinador, Vanderlei Luxemburgo anunciou...

Ibovespa cai 0,96% e volta a ficar abaixo dos 100 mil pontos; dólar fecha em queda, cotado a R$ 5,19

O Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores de...

Câmara convoca ministro da Educação para esclarecer suspeitas de corrupção no MEC

A Câmara dos Deputados, por meio da Comissão de...

Pacheco diz que definição sobre CPIs ocorrerá na próxima semana

O presidente do Senado Rodrigo Pacheco (PSD-MG) afirmou que...

Três suspeitos de homicídio são presos por ameaçar esposa de vítima

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

 A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) realizou, na manhã desta sexta-feira (27), uma operação em conjunto com a Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) em Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte. Essa operação, que recebeu o nome de Famulus e tinha como objetivo cumprir cinco mandados de prisão preventiva contra suspeitos de ameaças e agressões a uma mulher, de 43 anos; três suspeitos foram presos.
 
O caso já estava sendo investigado desde o dia 5 deste mês. A vítima era esposa de um homem, de 32 anos, que foi assassinado a tiros no dia 29 de abril deste ano, na Vila Ferraz, local onde ocorreu a operação policial de hoje. Os suspeitos também são alvo de investigações que apuram o homicídio.
 
Segundo a delegada Adriana das Neves Rosa, da Delegacia Especializada de Investigação de Homicídios em Santa Luzia, seis homens foram até a casa da vítima; dois deles chegaram a entrar na residência, enquanto os outros quatro ficaram do lado de fora para evitar que a mulher saísse do local.
 
“Eles agrediram a vítima e a ameaçaram para que ela não colaborasse com as investigações (do homicídio). Na sequência, saíram da casa e disseram que iriam retornar mais tarde para ter um outro ‘julgamento’, a fim de decidir se iriam matá-la ou não. Nesse meio-tempo, a Polícia Civil chegou à residência, conseguiu resgatar a vítima e tirá-la em segurança do local”, relata a delegada.
 
No dia do ocorrido, os policiais civis conseguiram prender em flagrante um dos suspeitos, de 44 anos. Outros três, de 19, 21 e 22 anos, foram presos durante a Operação Famulus nesta sexta-feira (27). Os demais suspeitos, de 30 e 38 anos, seguem foragidos e são procurados pela polícia.
 
Já sobre o crime de homicídio, as investigações continuam e de acordo com a delegada responsável pelo caso, os levantamentos preliminares indicam que a motivação do crime seria um furto de drogas por parte da vítima.
 
“Ele já havia trabalhado para esse grupo, que comanda o tráfico na Vila Ferraz, mas não estava mais atuando com eles, justamente porque tinha esse histórico de fazer uso dos entorpecentes que ele deveria vender ou tomar conta. Mesmo assim, estaria furtando drogas nos locais onde ele sabia que estavam escondidas para uso próprio. Por essa razão, ele teria sido executado”, conclui.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Primeiro caso de varíola dos macacos é confirmado em Minas Gerais

O primeiro caso de varíola dos macacos em Minas Gerais foi confirmado nesta quarta-feira (29/6). Trata-se de um homem de 33 anos, que chegou...

OAB tem o maior número de mineiros aprovados da história

O exame da OAB, prova que é um dos requisitos para que bacharéis em direito se tornem advogados nos quadros da Ordem dos Advogados...

Homem é preso por fingir ser médico durante dois meses

Um homem de 20 anos foi preso na terça-feira (28), em Varginha, no Sul de Minas, por se passar por médico. Ele estava...
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com