Losartana: veja os lotes e o que fazer para trocar o remédio

Foi determinado, nesta quinta-feira (23/6), que lotes de medicamentos...

Divinópolis: vereador deixa vice-presidência da Câmara por nojo dos colegas

O vereador de Divinópolis, no Centro-Oeste de Minas Gerais,...

Homem é suspeito de furtar a própria mãe em Minas

Um homem de 41 anos, que há poucos dias...

Mulher morre durante teste físico para oficial do Exército

O Comando Militar do Leste (CML) abriu um processo...

Policial da PRF incentiva alunos de curso a usar gás em viatura; vídeo

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

Com a morte de Genivaldo de Jesus Santos, asfixiado por gás lacrimogêneo em uma viatura policial, usuários da internet passaram a repercutir vídeos com trechos de aulas do curso preparatório para ingresso na Polícia Rodoviária Federal (PRF). Em um deles, um professor ensina os alunos a utilizarem o gás em viaturas para conter suspeitos e debocha da situação.

O profissional descreve episódio testemunhado por ele, envolvendo um preso que tentava chutar o vidro da viatura da PRF para sair, enquanto asfixiava com o gás.

“O que o policial faz? Abre um pouquinho, pega o spray de pimenta e taca. Foda-se, é bom pra caralho, a pessoa fica mansinha”, ironiza o professor. “Daqui a pouco escuto assim: ‘Vou morrer, vou morrer’. Aí fiquei com pena, abri e disse: ‘Tortura’. Sacanagem, fiz isso não”, prossegue.

Ainda não se sabe quando a gravação ocorreu. Ela é atribuída ao professor Ronaldo Bandeira, policial rodoviário que leciona o curso preparatório AlfaCon.

O curso, de Cascavel, no Paraná, já publicou vídeo gravado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) incentivando alunos a estudarem para o concurso da Polícia Federal, em 2020. À época, Guedes alegou que o vídeo feito por Bolsonaro é de antes das eleições de 2018 e que “nunca fez um negócio sequer com nenhum tipo de governo”.

Ao g1 SC, a assessoria do curso preparatório de Bandeira informou que o vídeo é de 2016 e que a fala está fora de contexto. Disse que a aula, realizada na época em que lecionava em um cursinho no Paraná, tratava sobre a lei 9.455/97, responsável por definir o crime de tortura.

A assessoria informou, ainda, que divulgará uma nota para esclarecer os fatos.

Assista:

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Ônibus com mais do dobro da capacidade é flagrado em Feira; mulher desmaiou

Um ônibus com 100 pessoas foi parado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na BR-116, em Feira de Santana, a 120 quilômetros de Salvador, na quinta-feira...

PF descarta envolvimento de suspeito em mortes de Bruno e Dom

A Polícia Federal informou nesta sexta-feira (24) que não há indícios de que Gabriel Pereira Dantas, que se entregou voluntariamente à Polícia Civil de...

‘Open beck’: Felipe Ret comemora aniversário com maconha liberada

Felipe Ret gerou burburinho nas redes sociais ao compartilhar algumas cenas do seu aniversário. Durante o evento realizado na última quarta-feira (22), no Rio...
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com