Roberto Jefferson vira réu por homofobia após votação virtual do STF

O ex-deputado federal Roberto Jefferson virou réu por homofobia,...

Confronto entre policiais e indígenas deixa feridos em Amambai (MS)

Na tarde de quinta-feira (23/06), o povo indígena Guarani...

IPCA-15: inflação é de 0,69% em junho, puxada pelos planos de saúde

 A prévia da inflação, medida pelo Índice Nacional de...

Vereador de Divinópolis renuncia por ‘nojo dos colegas’

O vereador de Divinópolis, no Centro-Oeste de Minas Gerais,...

Polícia Civil concede Medalha Cruz da Ordem a autoridades e servidores

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

Delegados, escrivães, investigadores e servidores administrativos foram homenageados, nesta sexta-feira (27), com Medalhas do Mérito Policial Civil Cruz da Ordem. A cerimônia, realizada no Centro de Operações de Inteligência (COI), da Secretaria da Segurança Pública (SSP), contou com a participação de autoridades das forças de segurança, do Poder Judiciário e da sociedade civil. 

O procurador-geral da República, Augusto Aras, esteve na cerimônia e foi agraciado com uma das 86 medalhas distribuídas pela Polícia Civil. “O Ministério Público brasileiro trabalha em conjunto com as polícias judiciárias. Essa é uma relação institucional que se completa com o Poder Judiciário. O sistema de Justiça deve funcionar, de certa forma, buscando o cumprimento da Constituição e das Leis, observando o devido processo legal, especialmente para que haja uma igualdade de tratamento não só na defesa dos interesses dos réus, como das vítimas no sistema de Justiça”, afirmou o procurador. 

A Delegada-Geral da Polícia Civil da Bahia, Heloísa Campos de Brito, afirmou que essa é a segunda edição da Medalha do Mérito Policial Civil Cruz da Ordem, que é entregue aos servidores e as pessoas da comunidade que se destacaram prestando serviços relevantes à Polícia Civil e à segurança pública. “É uma forma de reconhecimento, de homenagem e de celebrar todas as pessoas que ajudam a construir a instituição”, declarou. 

Desde que assumiu como delegada, Heloísa tem realizado um processo de modernização da estrutura policial, com quase 100 novas unidades sendo construídas e reformadas. Além disso, todo o parque tecnológico da Polícia Civil está sendo substituído. “Nós também implementamos o programa policial eletrônico e hoje o nosso inquérito policial ele já nasce 100% digital, o que aumenta a nossa eficiência. Tudo isso para melhorar o serviço que oferecemos à sociedade baiana”, complementa a delegada.

Uma das homenageadas, Ilma Paiva, delegada de polícia há quase 30 anos e que atualmente atua como coordenadora geral do escritório de projetos e processos da Polícia Civil, responsável pela gestão estratégica da corporação, declarou ser uma honra receber uma medalha pelo trabalho que vem desenvolvendo. 

“Projetos que são implementados, assim como as novas unidades, os equipamentos especiais e também as mudanças de legislação no âmbito da valorização do policial são feitas pela minha equipe. Então para mim é uma honra poder ser agraciada pela medalha, considerando o trabalho que a equipe do escritório desenvolve em prol da Polícia Civil”, destacou a coordenadora. 

O investigador de polícia Dilson Santos, há mais de 30 anos na Polícia Civil, também foi homenageado. Ele, que já passou pela Polinter, pela Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR) e pelo Departamento de Polícia Metropolitana (Depom), destacou a importância da medalha. “Um reconhecimento dessa magnitude nos deixa mais estimulado para que a gente continue fazendo o trabalho com zelo, afinco e lisura. Isso renova as forças para continuar a trabalhar”, comentou. 

Durante a cerimônia, a banda dos Fuzileiros Navais, sob a regência do maestro Sub-Oficial Fuzileiro Naval Músico Oficial Sidney Marques de Oliveira, executou o Hino Nacional Brasileiro e acompanhou a cantora Mari Antunes, que interpretou o Hino do Estado da Bahia. Já o Hino da Polícia Civil da Bahia foi interpretado pela soprano lírica Eneida Lima, acompanhada pelo professor doutor em piano Jairo Ribeiro. 

Também participaram da cerimônia o secretário da Segurança Pública, Ricardo Mandarino; o defensor Público-Geral Rafson Saraiva Ximenes; Wellington César Lima e Silva, procurador de Justiça do Ministério Público da Bahia; coronel Aviador Marcelo Borges da Costa, comandante da Base Aérea de Salvador; o delegado Hélio Jorge Oliveira Paixão, subsecretário da Segurança Pública; Carlos Palma de Melo, secretário da Casa Civil do Estado; Fábya dos Santos Reis, secretária da Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), além de diretores e coordenadores de departamento e coordenações da Polícia Civil. 

A Medalha do Mérito Cruz da Ordem, primeira outorgada pela Polícia Civil, foi instituída através do Decreto Estadual n° 18.283, de 23 de março de 2018, como forma de reconhecimento a todas as pessoas, autoridades, instituições civis e servidores que colaboraram para o desenvolvimento institucional. 

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Carro destrói casa após colisão às 7h da manhã

Por volta das 7h da manhã, um HB20 vermelho se chocou com casa na esquina da rua Direta do Uruguai com a rua...

Homens armados fazem reféns em imóvel em Conceição do Jacuípe

Homens armados e encapuzados invadiram uma casa em Conceição do Jacuípe, no centro-norte do estado, na madrugada desta sexta-feira (24). Um grupo de...

São João: Nove pessoas são presas na Bahia com ajuda do reconhecimento facial

Nove pessoas já foram presas durante as festas de João na Bahia com ajuda do Sistema de Reconhecimento Facial da Secretaria da Segurança...
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com