Ator de ‘Homem-Aranha’, Tom Holland anuncia pausa nas redes sociais para cuidar da saúde mental

Tom Holland, ator principal do último filme de “Homem-Aranha”...

Santos joga mal e é derrotado pelo América-MG na estreia de Luan 

O América-MG fez valer o mando de campo e...

Moro abandona ataques a Bolsonaro e faz investidas contra Lula

O ex-juiz Sérgio Moro (União Brasil), candidato ao Senado...

Bandidos roubam armas de agência bancária e se escondem em academia na BA

Dois criminosos invadiram, na madrugada deste domingo (14), uma...

Mourão apoia fala de Bolsonaro sobre ditadura e AI-5: ‘Já passou’

Escrito por Redação

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

O vice-presidente Hamilton Mourão (Republicanos) concordou com uma fala do presidente Jair Bolsonaro (PL), que afirmou que quem pede a volta do AI-5 é digno de pena. Bolsonaro fez o comentário no domingo (15). O general disse que a ditadura militar deve ser tratada como uma “fase da história do Brasil” que já passou.

“Cada fase da história do Brasil tem suas características e seus aspectos. Isso aí já passou, né? Quem nasceu em 1968 tem quantos anos hoje? 54?”, disse o vice-presidente.

Mourão ironizou fazendo referência ao comunismo quando foi questionado sobre o porquê de muita gente ainda pedir a volta da ditadura. “Tem gente que sai de foice e martelo ainda. Cada um com sua loucura”.

A fala de Bolsonaro aconteceu enquanto comentava “manifestações espontâneas” e discursos anti-STF. Para o presidente, só “psicopata ou imbecil” considera os protestos como de 7 de setembro e 1º de maio como atos antidemocráticos.

Ele foi questionado sobre manifestações e pedidos antidemocráticos nesses momentos. Alguns apoiadores pedem a volta da ditadura, o fechamento do STF e outros atos do tipo.

Para ele, essas pessoas são dignas de “pena”, mas não de condenação pelo STF. “Olha só, você acha que isso tem repercussão? O maluco levanta uma faixa lá ‘AI-5’. Existe AI-5? Você tem que ter pena do cara que levanta a faixa do AI-5. Você tem que chegar para ele, da imprensa: ‘Ô, amigo, o AI-5 foi lá na época dos anos 1960, que tinha ato institucional (…). Não existe isso’. Você tem que ter pena dessa pessoa, e não querer prender”, disse.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Homem tem carro roubado e é torturado por mais de 48 horas em Goiás

Goiânia – Um homem de 42 anos teve o carro que dirigia roubado e foi torturado por mais de 48 horas por cinco bandidos dentro de um barraco, em...

Moro abandona ataques a Bolsonaro e faz investidas contra Lula

O ex-juiz Sérgio Moro (União Brasil), candidato ao Senado Federal pelo Paraná e ex-presidenciável nas eleições de 2022, abandonou os ataques ao presidente Jair Bolsonaro (PL), de quem foi...