SAJ: Foragido por roubos é preso após ser flagrado pelo Reconhecimento Facial

Um acusado de roubos em Santo Antônio de...

Copa 2 de Julho chega as oitavas de final nesta quinta-feira

A Copa 2 de Julho chega às oitavas...

TJ-BA derruba liminar e determina retomada de licitação de ampliação da Ceasa

O presidente do Tribunal de Justiça da Bahia...

Brunna desabafa após ida de Ludmilla para a Europa e cobrança de fãs

Esposa de Ludmilla, Brunna Gonçalves se pronunciou sobre a...

Militares da marinha são presos por envolvimento em assassinato de perito da polícia civil

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

Quatro pessoas, sendo dois militares da marinha, foram presos neste domingo, 15, por suspeita de sequestrar, matar e ocultar o corpo de um perito da polícia civil no Rio de Janeiro. O crime aconteceu na sexta-feira, 13, e, de acordo com as investigações, teria sido ocasionado por uma discussão entre o Renato Couto de Mendonça, de 41 anos, e o dono do ferro-velho, localizado na Praça da Bandeira, na zona norte da cidade. Segundo a polícia que está cuidado do caso, o corpo do papiloscopista foi jogado no Rio Japeri, na Baixa Fluminense, e ainda está sendo procurado pelos policiais. Os presos são autuados por homicídio qualificado e ocultação de cadáver. Em nota, a marinha disse estar colaborando com as investigações e lamentar o ocorrido e “se solidarizar com os familiares da vítima e reitera seu firme repúdio a condutas e atos ilegais que atentem contra a vida, honra e os princípios militares”.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PF deflagra operações contra o tráfico de drogas em 11 Estados

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira, 6, duas grandes operações no Brasil para combater o contrabando, o tráfico de drogas e a lavagem de...

Sistema Cantareira opera em alerta, com 39,1% da capacidade

O Cantareira, sistema que abastece a região da Grande São Paulo, opera hoje (6) com apenas 39,1% de sua capacidade, em nível de alerta....

Justiça condena Sérgio Cabral a devolver R$10 milhões ao Estado

O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, e a ex-primeira-dama, Adriana Ancelmo, terão que devolver R$ 10 milhões ao Estado. A decisão foi...