Boris Johnson é pressionado a deixar liderança do Partido Conservador do Reino Unido

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, é pressionado a renunciar...

Walter Casagrande deixa a Rede Globo após 25 anos: ‘Alívio para os dois lados’

Walter Casagrande Júnior anunciou nesta quarta-feira, 6, que está...

Senado autoriza projeto que garante IPVA zero para motos de até 170 cilindradas

O plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (6)...

Horóscopo de 7/7: veja previsões para esta quinta-feira

Data estelar: Lua quarto crescente em Libra. O olhar...

Mata de São João: Alunos da Unirb realizam vacinação de bovinos na Fazenda Escola

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

Os alunos do Centro Universitário Unirb realizam a vacinação de bovinos como atividade prática na Fazenda escola em Mata de São João. O médico veterinário Abrão Nunes explica que o processo faz parte do calendário sanitário.

 

“Estamos no mês da campanha de febre aftosa de 0 a 24 meses e aqui na fazenda escola aproveitamos que o animal vai para o curral e realizamos todo o calendário sanitário com vacinação contra a raiva, febre aftosa, contra clostridioses que interfere diretamente na cadeia produtiva e a brucelose, que envolve a vacinação das fêmeas entre 3 a 8 meses. Fazemos também vacinas que interferem diretamente na produção dos animais como a clostridioses, gangrena gasosa, artrite séptica e a raiva. Além das vacinas reprodutivas: Vacina indicada para a prevenção da Rinotraqueíte Infecciosa Bovina (IBR), Vulvovaginite Pustular Infecciosa Bovina e Diarréia Viral Bovina (BVD) e Leptospirose que está dentro do nosso calendário sanitário”, explica.

 

Segundo Abrão Nunes, na Fazenda escola Unirb, os alunos participam diretamente na preparação dos equipamentos utilizados para fazer a vacinação, no controle de temperatura e separando os animais por lotes para serem vacinados. Além do manejo reprodutivo, levantamento das prenhez, taxa de gestação de rebanho e avaliando se os animais não emprenharam na inseminação artificial, monta natural ou ainda permanecerão no rebanho. Nesse último aspecto, os alunos participam da tomada de decisão avaliando o útero, se teve algum problema reprodutivo ou alguma doença interferindo.

Marluce Mangueira é estudante do curso de Medicina Veterinária e conta um pouco sobre o processo de vacinação na fazenda escola. “Pra mim é gratificante. O curso de Medicina Veterinária é muito prático e a Unirb oferece isso no campo de estágio. Considero muito importante a participação do médico veterinário na orientação da vacinação contra a raiva e a febre aftosa, no período correto, que nesse período estamos em campanha. Além da vacinação brucelose, uma doença que passa do animal para o homem”, frisa.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Porto Seguro: Servidor da prefeitura morre após homens descerem de carro atirando

Um servidor da prefeitura de Porto Seguro, na Costa do Descobrimento, foi assassinado no final da tarde desta terça-feira (5). Segundo o Radar...

Brumado: Deputado não comparece à sessão em que faria denúncias contra prefeito

Previsto para aparecer na Câmara de Vereadores de Brumado, no Sertão Produtivo, Sudoeste baiano, o deputado federal Jonga Bacelar (PL) não esteve na...

Simões Filho: Motorista é preso ao levar 20 kg de maconha em porta-malas de veículo

Uma ação apreendeu 20 quilos de maconha em um trecho da BR-324 de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). O motorista...