Bolsonaro obriga postos a informarem queda no preço dos combustíveis

O presidente Jair Bolsonaro (PL) assinou decreto estabelecendo a...

TCU investiga ”abuso de poder político e econômico” da PEC dos auxílios

Brasília – O Tribunal de Contas da União (TCU)...

Preso estudante que tirou foto íntima de colega e compartilhou no WhatsApp

Um estudante, de 18 anos, de uma escola estadual...

Boris Johnson é pressionado a deixar liderança do Partido Conservador do Reino Unido

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, é pressionado a renunciar...

Incêndio destrói galpão e causa danos em residências em Águas Claras

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

Um galpão utilizado para distribuir materiais para sorveterias pegou fogo na noite deste domingo (15), no bairro Água Claras, em Salvador. As chamas comprometeram toda a estrutura do local, que fica no primeiro andar de um pequeno prédio. No térreo há uma residência, onde mora o responsável pela empresa. De acordo com vizinhos, as chamas ficaram intensas por volta das 22h30. Ao perceber o fogo, moradores da região chegaram a utilizar água de um tanque da laje de um outro imóvel para tentar conter as chamas. Casas próximas do galpão sofreram pequenos danos. Não há registro de feridos.

“Eu perdi roupas, fardas de trabalho. Meu filho também perdeu fardas do colégio. As janelas da casa da gente foram quebradas por conta da quentura do fogo. Fora isso estamos todos bem, apesar da perda. O fogo que ainda continua tendo chamas. A gente tem esse medo de retornar”, conta Raquel Cardoso.  Ao CORREIO, ela afirmou que dormia com o filho quando foi acordada pela irmã, que avisou sobre o fogo. “Quando despertei, as chamas já estavam bem rentes à nossa casa. Eu peguei meu filho, que acordou assustado, chamei minha prima que mora embaixo. A gente acordou todo mundo e saiu na rua em desespero. Estavam muito fortes as chamas”, relembra Raquel. 

csm casa raquel paula froes 35498b1534
A temperatura das chamas queimou roupas e quebrou os vidros das janelas da casa de Raquel Cardoso (Foto: Paula Fróes/CORREIO)

Foi do tanque da laje de Raquel que os moradores iniciaram a tentativa de debelar o incêndio. “Graças ao apoio da vizinhança, que entrou na minha casa, lá na laje. A gente esvaziou o tanque de mil litros umas três vezes para conter o fogo, mas não tinha como conter. Acho que foi até por conta disso que o fogo não conseguiu adentrar na casa. Quando os bombeiros chegaram, demorou para eles conterem . O caminhão que eles vieram acabou a água, tiveram que pedir reforço. Quando foi por volta das 4h da manhã o fogo retornou”. 

Por meio da assessoria, o Corpo de Bombeiros informou ter sido acionado. O trabalho dos agentes foi finalizado às 2h da madrugada desta segunda-feira (16).  Segundo vizinhos, apesar da ação dos bombeiros, na manhã desta segunda, as chamas continuam consumindo o que restou da estrutura. A Defesa Civil de Salvador está no local, também nesta manhã, para avaliar a condição dos imóveis. 

Causa indefinida
A causa inicial do incêndio ainda é um mistério. Aos vizinhos, o responsável pela empresa, que morava embaixo do galpão, contou que o incêndio iniciou após ele ter sofrido um assalto. Os criminosos o teriam colocado de joelhos e ele já teria começado a ouvir os estalos provocados pelo fogo. O homem, que não teve a identidade revelada, não está mais no local. Teria ido para a sede da empresa, que fica em Feira de Santana, segundo vizinhos. 

A reportagem buscou a Polícia Civil para verificar se há registro de ocorrência, mas ainda não obteve resposta. 
 

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Especulação imobiliária e violências ameaçam terreiro de candomblé em Brumado

O sacerdote de matriz africana Pai Dionata de Xangô buscou a delegacia de Brumado duas vezes esta semana para registrar violências e atos...

Bahia registra 17 mortos e 4.780 casos de covid-19 nas últimas 24 horas

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 4.780 casos de covid-19, 2.586 recuperados e 17 óbitos confirmados. Os dados são do boletim epidemiológico desta...

Filho do jornalista José Maria Trindade, médico Vitor Trindade morre aos 27 anos

Morreu, nesta quarta-feira (6), aos 27 anos de idade, o médico Vitor Procopio Trindade, filho do jornalista José Maria Trindade. O pai é...