Deu ruim: TJ/BA bloqueia pagamentos para a realização do Pedrão de Eunápolis

A decisão, divulgada na noite desta terça-feira (28), é...

Dom e Bruno: trabalho da dupla terá continuidade

O trabalho feito pelo indigenista Bruno Pereira e o...

Lira: ‘Faremos de tudo’ para Bolsonaro ter a maior votação do Nordeste

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL),...

Delegado suspeito de receber propina está foragido

O delegado Rafael Lopes Azevedo, titular da Delegacia Especializada...

Humorista é indiciado por agressão contra influencer em Salvador

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

O humorista Lucas Ak foi indiciado pela Polícia por lesão corporal após agressão contra a influencer Kelly Pereira, até então sua companheira. O caso aconteceu no Dia das Mães e foi registrado na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Brotas no último dia 8.

Mas a história só veio à tona nesta quinta-feira (26), depois que Kelly publicou áudios e vídeos mostrando as agressões físicas e verbais cometidas por Lucas. A polícia informou, nesta sexta (27), que a vítima foi ouvida na unidade.

O Tribunal de Justiça autorizou uma medida protetiva de urgência, para proteger a identidade da vítima. O documento está em segredo de justiça, já que corre em Vara de Família. A vítima tem um filho com o investigado.

“Eu vivi um relacionamento abusivo de três anos, onde eu acreditava que eu era culpada de tudo que eu vivia. Se eu era agredida, eu me sentia culpada [..] se eu era agredida verbalmente eu me sentia culpada e, acima de tudo, eu achava que tinha que esconder isso para poupar meu ex-companheiro de tudo que poderia acontecer com ele. Sem pensar em mim”, disse a influenciadora. 

Segundo Kelly, no dia 8 ela sofreu uma agressão e decidiu divulgar o que estava acontecendo dentro de sua casa. “Eu vi que não dava pra continuar mais escondendo e protegendo alguém que nem se protege e nem me protegeu. Nessa história toda ainda tem um filho”, acrescentou.

A influenciadora contou ainda que não tinha uma rede de apoio para pedir ajuda. “Todo mundo sabe que eu não tenho família aqui [em Salvador], que não sou uma pessoa de muitos amigos. Esse foi um dos motivos de tanto tempo eu segurar isso. Eu tinha medo do que as pessoas iam falar de mim. Eu tinha medo de ficar sozinha, eu só tinha ele. Foi muito complicado sair dessa situação. Quem viveu isso sabe que não é fácil”, concluiu.

Segundo o advogado Danilo Almeida, que representa a blogueira, as medidas jurídicas já foram encaminhadas aos órgãos competentes. “Nós juntamos todas as fotos, todos esses conteúdos junto à autoridade policial”, disse.

Ainda de acordo com o criminalista, no episódio da agressão, que aconteceu no Dia das Mães, a delegada não registrou a situação como violência doméstica. “Ela entendeu que aquela situação não era para flagrante, ou seja, ela colocou a tipificação como vias de fato quando, na verdade, nós advogados de Kelly estamos tentando reverter essa situação. A lei Maria da Penha veio para proteger a mulher. As mulheres têm que denunciar, não podem se esconder e, por outro lado, o Estado tem que ter uma efetividade maior para punir as pessoas que cometem esse tipo de violência”.

Vídeo
Ainda nesta quinta-feira, Kelly divulgou um vídeo com vários momentos de brigas entre o casal. Em um trecho é possível ver o ex-marido retirando todos os pertences da influenciadora de dentro dos armários. Em outro momento, o homem confirma que traiu ela diversas vezes e que paga todas as contas da casa. No vídeo também há um áudio, atribuído ao agressor, onde ele diz: Meu erro foi não ter matado você’. 

O CORREIO procurou o ex-marido de Kelly por meio de sua rede social, mas não obteve retorno até esta publicação.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Justiça nega pedido de liberdade a empresário acusado de atropelar e matar dentista na Bahia

A Justiça negou, nesta terça-feira (28), o pedido de liberdade para o empresário Tharcísio Aguiar, suspeito de atropelar e matar a dentista Ranitla Bonella, de 23...

Procurador que espancou a chefe em Registro vira réu por tentativa de feminicídio

A Justiça de São Paulo aceitou nesta terça-feira, 28, a denúncia do Ministério Público do Estado contra o procurador municipal de Registro, no...

Pedido para criação da CPI do MEC é protocolado no Senado

Com 31 assinaturas, quatro a mais que o mínimo de 27 necessárias, senadores da oposição protocolaram nesta terça-feira (28), na Secretaria-Geral da Mesa do Senado,...
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com