Está estressado? Veja 20 formas para se ver livre

Acorda estressado, toma o café da manhã estressado, fica...

Machine Gun Kelly parte copo no rosto e fica repleto de sangue em palco

Machine Gun Kelly protagonizou um momento insólito na noite...

SAJ: Assaltante morre de infarto após fugir da polícia; homem roubava em rodoviária

Um homem morreu após assaltar diversas pessoas no...

Justiça obriga Unifacs a criar setor para atender alunos por erros em sistema

Por decisão judicial, a Unifacs deverá criar um...

Gusttavo Lima chora e rebate acusações sobre irregularidades de cachês

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

Em meio a polêmicas relacionadas a cachês de shows, o cantor Gusttavo Lima fez um pronunciamento sobre o assunto durante uma live no Instagram. Ele se defendeu sobre acusações de possíveis irregularidades, disse que estava com vontade de sumir e alegou estar cansado. “Ultimamente eu venho levando tanta pancada. E venho aguentando calado tudo isso”, desabafou nesta segunda-feira, 30. 

Conforme revelou o Estadão nesta segunda-feira, 30, o deputado André Janones (Avante-MG), pré-candidato à Presidência, destinou R$ 1,9 milhão em recursos de uma emenda parlamentar para promover uma festa com o artista e outros cantores sertanejos. Além disso, Lima se envolveu em discussões sobre pagamentos de shows após a divulgação de um contrato de R$ 1,2 milhão feito pela prefeitura de Conceição do Mato Dentro, cidade mineira de 17 mil habitantes.

No decorrer da live, o cantor afirmou estar sendo vítima de “perseguição e inverdades”. Ele ainda relatou estar abalado emocionalmente. “Estou aqui com a minha mão suando… Vocês sabem da índole que eu tenho, do caráter que eu tenho”. Em seguida, Lima pautou o assunto referente à dinheiro público. 

O cantor refutou as queixas feitas contra ele, afirmando nunca ter compactuado com irregularidades. Sobre festas contratadas por municípios, Gusttavo disse que o preço é justo, pois enxerga como uma maneira de valorizar a arte. Ele destacou que não faz distinção entre shows privados e públicos. “Não é porque é uma prefeitura que vou deixar de cobrar o meu valor”. 

Na sequência, ele alegou ser “um trabalhador como qualquer outro”, ressaltando que possui mais de 500 funcionários diretos. E que os bens materiais que ostenta são oriundos de trabalho e dedicação. 

Durante o relato, Lima também chegou a afirmar que as festas públicas que ele participa representam uma minoria em sua agenda. “Sou um cara que faz poucos shows de prefeitura. E quando a gente faz algum, a gente é massacrado como bandido, como se fosse um ladrão que estivesse roubando dinheiro público. E não é isso”. Com relação aos preços dos contratos, ele disparou que não haverá mudanças. “O meu valor é um, e não vai mudar”. 

Músicos e autoridades políticas comentaram a publicação do artista. “Fique firme, meu irmão! Você é um cara do bem! Deus proverá”, escreveu o senador Flávio Bolsonaro. “Você é vencedor… sou seu fã, sempre! Referência!”, comentou o cantor Lucas Lucco.

No fim da transmissão, com aproximadamente 20 minutos de duração, Gusttavo Lima chorou, lamentou que estava ao “ponto de jogar a toalha” e pediu cautela sobre as informações envolvendo o nome dele. 

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RJ: Câmara põe sigilo sobre atuação de Carlos Bolsonaro na pandemia

Rio de Janeiro – A Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro negou um pedido de acesso a registros de participação remota de Carlos...

PEC Kamikaze: Novo deve ir ao STF contra a proposta

O Partido Novo deve ingressar com uma  Ação Direta de Inconstitucionalidade no Supremo Tribunal Federal (STF) contra a PEC Kamikaze, aprovada nesta quinta (30) no Senado....

Bolsonaro se irrita com eleitor em evento por pedir apoio a candidato ao governo do MS

Em evento na última quinta-feira, 30, em Campo Grande, o presidente Jair Bolsonaro (PL) se irritou com um apoiador que cobrou apoio a um...