Prefeita Cordélia Torres sanciona lei que reajusta 18% do salário dos profissionais da educação

Em uma solenidade que aconteceu nesta sexta-feira (19),...

Evento debate caminho para tratamento adequado das demandas de assistência à saúde

Cerca de dois terços dos tribunais possuem especialização...

Ana Marcela Cunha fecha patrocínio com a XP Investimentos visando Paris 2024

A baiana Ana Marcela Cunha tem um novo...

Em carreata, Jerônimo Rodrigues garante que vai ganhar no primeiro turno

O candidato ao governo da Bahia Jerônimo Rodrigues...

Guerra da Ucrânia provoca falta de testes de dengue, zika e chikungunya na Bahia

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

A Guerra entre Ucrânia e Rússia, na Europa, além do lockdown na Ásia, está ocasionando no desabastecimento de insumos necessários para a realização de testes de arboviroses realizadas pelo Laboratório Central de Saúde Pública Profº Gonçalo Moniz (Lacen-BA).

 

O problema acontece há pelo menos uma semana e, segundo a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), afeta também os 12 laboratórios municipais referência na identificação de doenças como zika, chikungunya e dengue na Bahia.

A distribuição dos materiais deveria ser feita em quantidade suficiente pelo Ministério da Saúde, mas devido aos acontecimentos geopolíticos está sendo prejudicada. 

 

Formalmente, o órgão federal informou ao Lacen-BA que os insumos para detecção de anticorpos IgM da dengue, especificamente, dependem da produção de matéria-prima asiática, que atualmente passa por um período de isolamento social, e de um cenário propício no contexto logístico internacional, após o agravamento das condições por conta do conflito europeu.

 

Com relação ao reagente para chikungunya, a Coordenação Geral dos Laboratórios de Saúde Pública (CGLAB), do Ministério da Saúde, disse que não houve sucesso na aquisição. 

 

Já os reagentes de outro tipo de teste, o RT-PCR simultâneo de zika, dengue e chikungunya, apesar de serem fabricados pela Fundação Oswaldo Cruz (FioCruz), no Rio de Janeiro, enfrentam outra barreira: problemas técnicos do Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio Manguinhos).

 

Ao Bahia Notícias, a Sesab disse que aguarda a entrega de mais insumos para que a rotina de testagens seja reestabelecida. “Diante do exposto, informamos que as ações de vigilância laboratorial das arboviroses ficarão comprometidas na Bahia até que haja regularização do fornecimento dos insumos em questão pela CGLAB ou até a conclusão dos processos de aquisição, que foram inaugurados pelo Lacen/Ba na última semana, para suprir a demanda destas ações no estado”.

 

Nesta segunda-feira (16), conforme disse a Sesab, a Bahia contava com os seguintes produtos nos estoques: testes sorológicos, anticorpos IgM do vírus da dengue (6 kits em estoque com 96 testes cada), anticorpos IgM do vírus chikungunya (6 kits deste insumo enviados pelo Ministério da Saúde e sem previsão de nova remessa), anticorpos IgM do vírus zika (sem restrição de insumos) e antígeno NS1 da dengue (sem restrição de insumos).

 

As prateleiras da secretaria contavam com testes moleculares, testes multiplex para detecção de dengue, zika e chikungunya (cerca de 400 testes no laboratório) e protocolos in house para RT-PCR single de dengue, zika e chikungunya (cerca de 500 reações para detecção de cada vírus, porém não havia enzima master mix em estoque, inviabilizando a realização dos testes).

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Roma diz que governo federal tem papel importante na geração de empregos na Bahia

O ex-ministro da Cidadania e candidato a Governador da Bahia, João Roma (PL), nesta sexta-feira (19), em evento no bairro dos Barris, em Salvador, destacou o papel do...

Em carreata, Jerônimo Rodrigues garante que vai ganhar no primeiro turno

O candidato ao governo da Bahia Jerônimo Rodrigues (PT) realizou uma carreata nesta sexta-feira (19) nos municípios de Itapicuru, Olindina, Nova Soure, Cipó, Ribeira do Amparo e Ribeira...

Lula nega “guerra santa” por votos: “Não faz parte da minha cultura”

Em entrevista nesta sexta-feira (19/8), em seu escritório de campanha, em São Paulo, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato do PT à Presidência da República, disse que...