Na luta contra o rebaixamento, VP do Brasil de Pelotas mostra preocupação com arbitragem

O Brasil de Pelotas encara o Vitória, no...

Com paz selada em reunião, Bolsonaro confirma presença em posse de Moraes no TSE

O presidente Jair Bolsonaro (PL) confirmou que irá...

RJ: polícia apreende uma tonelada de droga durante operação na Maré

Rio de Janeiro- Uma operação conjunta entre Polícia Militar...

Foto de gato selvagem caçando flamingo ganha prêmio de imagens de natureza; veja outras premiadas

A imagem impressionante de um lince-do-deserto (ou caracal) caçando...

‘Faltou ação e comando do governo’, diz Bruno Reis sobre mortes de policiais

Escrito por Redação

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

O prefeito Bruno Reis (União Brasil) comentou sobre os assassinatos de três policiais no último fim de semana, em Salvador. Os soldados Victor Vieira Ferreira Cruz e Shanderson Lopes Ferreira foram baleados na Fazenda Grande I, na noite de domingo (8), e não resistiram aos ferimentos. Eles voltavam do enterro do soldado Alexandre José Ferreira Menezes Silva, 30 anos, morto durante operação policial, no bairro e Águas Claras, no sábado (7). Outros dois policiais ficaram feridos. 

Questionado pelos repórteres durante a entrega de uma obra nas imediações da Ligação Iguatemi-Paralela, na manhã desta segunda-feira (9), Bruno Reis disse que faltou pulso do Governo do Estado para coibir a criminalidade e culpou a gestão de Rui Costa pela insegurança na capital.

“A pergunta é ‘onde vamos parar?’. Infelizmente, o Governo do Estado vem perdendo a guerra contra o crime e a marginalidade. É preciso uma ação com rigor ou então nós vamos ter que conviver com essas práticas”, disse.

Dois policiais militares são mortos em Salvador

Policiais assassinados trabalhavam na mesma CIPM (Foto: reprodução)

Os três policiais assassinados eram lotados na 3ª Companhia Independente da Polícia Militar (Cajazeiras/ CIPM) e ainda não há detalhes sobre os crimes. Bruno cobrou uma apuração rigorosa e disse que esses homicídios não podem ficar impunes.

“É inadmissível que marginais matem policiais e que tenham comemorações em algumas regiões da cidade por falta de uma atuação do Governo do Estado. A gente pede rigor na apuração e no cumprimento da pena desses marginais. A partir do momento em que os criminosos não respeitam mais a polícia o que podemos esperar? Se a polícia estar para nos proteger e eles não estão respeitando nem a polícia, então, ou vai haver uma reação por parte do comando da Polícia Militar e do Governo do Estado ou efetivamente a situação está totalmente fora de controle”, afirmou.

Soldado da PM é morto com tiro na cabeça enquanto trabalhava em Águas Claras

Soldado Alexandre foi morto durante uma operação (Foto: reprodução)

A Polícia Civil informou que a Delegacia de Homicídios Múltiplos (DHM) iniciou as investigações. Bruno Reis disse que a prefeitura tem ajudado como pode e acusou a gestão Rui Costa de ser pouco eficiente.

“Temos ajudado na segurança pública com uma série de ações nas áreas da educação, da cultural, na geração de emprego e renda e na melhora da iluminação pública, mas o combate ao tráfico, ao crime e a marginalidade esse é um papel do Governo do Estado e falta comando, falta ações enérgicas para coibir. Se quando faleceu o primeiro policial tivesse ocorrido uma ação exemplar com certeza as outras duas vidas teriam sido poupadas”, disse.

O prefeito também comentou sobre os assaltos e arrastões a bares e restaurantes ocorridos nas últimas semanas. “A gente lamenta porque estamos fazendo um esforço grande na cidade para melhorar a mobilidade e a infraestrutura urbana, um trabalho de zeladoria. A gente reposicionou a cidade no Brasil e no mundo para atrair milhares de visitantes e turistas, para dinamizar ainda mais a nossa economia, e a gente tem que abrir os jornais e ver diariamente esses tristes fatos”, contou.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Com paz selada em reunião, Bolsonaro confirma presença em posse de Moraes no TSE

O presidente Jair Bolsonaro (PL) confirmou que irá à posse dos ministros Alexandre de Moraes e Ricardo Lewandowski na presidência e vice-presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que...

RJ: polícia apreende uma tonelada de droga durante operação na Maré

Rio de Janeiro- Uma operação conjunta entre Polícia Militar e Polícia Civil apreendeu nesta quinta-feira (11/08) cerca de uma tonelada de drogas no Complexo da Maré, comunidade da zona...

Ex-ministro da Justiça pede que 7 de Setembro seja sobre democracia

“Hoje é um momento inédito, em que capital e trabalho se juntam pela democracia brasileira.” Foi assim que o ex-ministro da Justiça e advogado José Carlos Dias iniciou sua...