Briga entre traficantes em Betim acaba com um baleado e outro preso

Uma tentativa de homicídio entre traficantes acabou com um...

Mídia argentina encara atuação de Benedetto como um ‘pesadelo’ e chama queda do Boca de ‘inesperada’

“Pesadelo” e “noite negra” foram algumas das expressões utilizadas...

PF deflagra operações contra o tráfico de drogas em 11 Estados

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira, 6, duas grandes...

Postos anunciarão preço de combustível válido antes da redução do ICMS

A partir desta quinta-feira (7), os postos de...

Escola retoma aulas na tarde desta segunda (16) após ameaça de chacina

Publicado em:

Compartilhe esse artigo
A Escola Estadual Frei Afonso Maria Jordá (EEFAMJ), em Aimorés, no Vale do Rio Doce, em Minas Gerais, retomará as aulas na tarde desta segunda-feira (16/5), após um perfil falso em rede social ameaçar cometer chacina na próxima quarta-feira (18/5).
 
A Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) informou que as atividades pedagógicas nesta manhã foram suspensas, como medida preventiva. As aulas serão retomadas com o acompanhamento efetivo da Polícia Militar. A informação da interrupção foi dada nas redes sociais oficiais da unidade escolar. 
Além disso, conforme a SEE/MG, em casos de ameças registradas em escolas estaduais ou em redes sociais, as unidades escolares sempre acionam os órgãos competentes, que comparecem às instituições para averiguar a situação, prestar orientações necessárias e dar prosseguimento às investigações. Caso não constate riscos aos alunos e servidores, as atividades pedagógicas seguem normalmente.
De acordo com a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), o diretor da escola registrou a ocorrência de ameaça no último sábado (14/5), em uma base da Polícia Militar, no município de Aimorés. A PCMG instaurou o processo investigativo para apurar os fatos, e o andamento está a cargo da delegacia da cidade. 
A SEE/MG também ressaltou que desenvolve e estimula a realização de ações de combate à violência no ambiente escolar, “além de contar com importantes parceiras em iniciativas dessa temática, como o Programa de Convivência Democrática, que procura defender os Direitos Humanos nas escolas”. 
Segundo a nota, a Polícia Militar também atua rotineiramente no espaço educacional, por meio do programa Patrulha Escolar, e faz rondas preventivas no entorno das unidades de ensino. 

Entenda o caso

Um perfil fake ameaçou cometer uma chacina na EEFAMJ. O responsável pela conta do Instagram, denominada @chacina_no_eefamj, prometeu matar alunos e professores, via stories. 
“O negócio vai ficar doido no EEFAMJ. Quem tiver na nossa frente vai morrer. Alunos e professores. Tchau, até dia 18”.
O alarde foi tanto que a escola se pronunciou nas redes sociais neste domingo (15/5) para tranquilizar estudantes, pais e professores.
A direção da Escola Estadual Frei Afonso Maria Jordá alegou ter realizado as medidas necessárias para garantir que o “fato se resolva o quanto antes, de maneira segura para todos”.
“Demais informações não podem ser passadas, visando não atrapalhar as ações que estão acontecendo. Estaremos à disposição para atender a todos”, comunicou.
O perfil fake no Instagram foi suspenso. 

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Serra do Curral: comissão internacional faz visita para avaliar riscos

Uma comissão de especialistas vai visitar a Serra do Curral, nesta quinta-feira (7/7), para verificar in-loco as ameaças ambientais e patrimoniais que podem representar...

Preso estudante que tirou foto íntima de colega e compartilhou no WhatsApp

Um estudante, de 18 anos, de uma escola estadual de Montes Claros, no Norte de Minas, foi preso por tirar foto íntima de uma...

Nova Serrana: Hemodiálise depende de testes e alvará sanitário

  Dois anos após a aprovação do projeto arquitetônico, a hemodiálise em Nova Serrana, no Centro-Oeste de Minas, ainda precisa vencer três etapas. Com...