Santos marca no fim e busca empate com Deportivo Táchira na Sul-Americana

O Santos empatou por 1 a 1 com o...

Vasco perde jogo, invencibilidade e beneficia o líder Cruzeiro na Série B

O Vasco viu sua invencibilidade na Série B acabar...

Lázaro Ramos e Elizabeth Savala pedem fora, Bolsonaro no Encontro

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Lázaro Ramos e Elizabeth...

Feira: Motorista de aplicativo confundido com ex-empresário de Luva de Pedreiro é ameaçado

O motorista de aplicativo Alan Santos de Jesus,...

Eleição na Colômbia terá 2º turno com disputa entre esquerdista e populista

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

A Colômbia vai ter que voltar às urnas para decidir quem vai comandar o país nos próximos anos, no dia 19 de junho, já que a eleição presidencial foi para o 2º turno. O esquerdista, Gustavo Petro, que recebeu 40,31% dos votos, vai enfrentar o representante da direita populista, Rodolfo Hernández, conhecido com Trump Colombiano, que contabilizou 28,17%. O resultado não é surpresa, visto que Petro é cotado como o favorito e ele tenta chegar ao cargo pela terceira vez. Se as expectativas forem cumpridas, a esquerda alcançará seu melhor resultado eleitoral neste país de 50 milhões de habitantes, historicamente governado por elites e assolado pelo narcotráfico e pela violência crescente, apesar do acordo de paz de 2016 com a guerrilha das Farc dissolvida. O que chamou atenção na votação foi o avanço de Hernández que desbancou o representante da direita tradicional, Frederico Gutiérrez, na reta final e ficou em segundo lugar no primeiro turno.

A escolha se define entre a mudança radical proposta por Petro e alternativa de Hernández, que quer acabar com a corrupção que vê por toda parte. “Nos últimos quatro anos, a desigualdade e os níveis de pobreza, desacordo e descontentamento se aprofundaram, e Petro é quem sabe ler, interpretar e se conectar com o eleitorado”, disse o analista acadêmico Daniel García-Peña. Nenhum dos favoritos defende a gestão do conservador Iván Duque, muito impopular para a gestão econômica da pandemia e que enfrentou protestos em massa em 2019 e 2021 liderados por jovens duramente reprimidos pela força pública.

Eleição na Colômbia

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Zelenski pede que ONU considere Rússia um Estado terrorista

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Dirigindo-se ao Conselho de Segurança da ONU nesta terça (28), o presidente da Ucrânia, Volodimir Zelenski, mencionou os nomes...

‘Rússia representa ameaça direta para segurança’, diz secretário da Otan

O secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), Jens Stoltenberg, informou que a Aliança considera a Rússia como uma “ameaça direta” para...

Rosa, a Tiktoker de 81 anos com mais de sete milhões de seguidores

Com humor e criatividade, Rosa, de 81 anos, tornou-se uma tiktoker de sucesso com nada mais, nada menos, do que sete milhões de seguidores...
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com