Machine Gun Kelly parte copo no rosto e fica repleto de sangue em palco

Machine Gun Kelly protagonizou um momento insólito na noite...

SAJ: Assaltante morre de infarto após fugir da polícia; homem roubava em rodoviária

Um homem morreu após assaltar diversas pessoas no...

Justiça obriga Unifacs a criar setor para atender alunos por erros em sistema

Por decisão judicial, a Unifacs deverá criar um...

Copa 2 de Julho começa neste sábado em Salvador e Região Metropolitana

Maior competição de futebol de base do Brasil,...

Covid-19: Estas pessoas estão em maior risco de complicação fatal

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

Um estudo realizado pela Universidade Estadual do Ceará publicado na revista Epidemiologia e Serviços de Saúde, revela que quatro em cada 10 pessoas diabéticas internadas com Covid-19 morreram no Brasil. Em cada 10 doentes internados devido ao coronavírus, 2,5 estava infectado.  

Os pesquisadores analisaram dados de 397,6 mil pessoas, disponíveis no Sivep-Gripe, um sistema do Ministério da Saúde brasileiro que reúne informações sobre hospitalizações e óbitos registrados no país por Síndrome Respiratória Aguda Grave, entre fevereiro e agosto de 2020.  Cerca de 32% dos doentes internados neste período morreram.

Tendo em conta outros fatores como a idade, sexo e comorbidades, os cientistas concluem que os doentes com diabetes tinham um risco 15% superior de morrer de Covid-19. É, no entanto, importante ressaltar que os dados foram recolhidos antes do início da vacinação contra o coronavírus no Brasil.

Os investigadores acreditam que o vírus ataca alguns órgãos já debilitados pela diabetes, como o pâncreas, por exemplo. A medicação usada para tratar a Covid-19 também pode aumentar o nível de açúcar no sangue.

“Atualmente, eu diria a um paciente diabético que ele possui um risco menor, pois já temos a vacinação, inclusive com as doses de reforço para pessoas acima de 60 anos”, explica o enfermeiro Thiago Garces, um dos autores do estudo, à Folha de S.Paulo. Ainda assim, reforça a importância da prevenção para evitar casos de Covid longa, que também parecem ser mais frequentes em doentes com diabetes, hipertensão, insuficiência cardíaca e outras doenças crónicas.

 

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Mitomania: conheça a mentira patológica

O dia 1º de abril é conhecido como o Dia da Mentira, ocasião em que pessoas pregam “peças” e inventam histórias entre amigos. A...

Todos o querem! Este é o signo mais desejado do zodíaco

Há pessoas provocadoras por natureza, que chamam a atenção de todos e arrancam suspiros só pelo simples ato de respirar. A sedução está no...

Pesquisa Datafolha: o sexo virtual afeta o sexo real?

A pandemia mudou certos comportamentos devido às restrições de distanciamento social, especialmente na vida dos solteiros. Uma dessas mudanças foi relacionada ao sexo. Se...