Boris Johnson é pressionado a deixar liderança do Partido Conservador do Reino Unido

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, é pressionado a renunciar...

Walter Casagrande deixa a Rede Globo após 25 anos: ‘Alívio para os dois lados’

Walter Casagrande Júnior anunciou nesta quarta-feira, 6, que está...

Senado autoriza projeto que garante IPVA zero para motos de até 170 cilindradas

O plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (6)...

Horóscopo de 7/7: veja previsões para esta quinta-feira

Data estelar: Lua quarto crescente em Libra. O olhar...

Combustíveis ficam mais baratos em BH, exceto o diesel

Publicado em:

Compartilhe esse artigo
O preço médio da gasolina iniciou o mês de maio com redução de 0,83% em Belo Horizonte e Região Metropolitana, em comparação aos preços do último dia de abril, isto é, num intervalo de 15 dias. Levantamento feito pelo Mercado Mineiro e pelo aplicativo ComOferta mostra que os preços tiveram uma leve queda, com exceção do diesel.
Ao todo, foram consultados os preços em 176 postos da capital mineira, entre os dias 11 a 15 de maio. Segundo a pesquisa, com a queda no valor da gasolina comum, o litro do combustível pode ser encontrado até por R$ 7,79. Entre os postos de Belo Horizonte, o menor preço encontrado da gasolina comum foi R$ 7,38, variação de 5,56% em comparação ao maior valor.
De janeiro de 2021 a maio de 2022, o preço médio da gasolina subiu 62%, equivalente a R$ 2,89. O preço médio que era R$ 4,65 subiu para R$ 7,54. 
 

Etanol também teve queda 

De acordo com o levantamento, para os usuários de etanol o cenário é ainda mais positivo com relação à queda que o combustível teve nos últimos dias. O menor preço encontrado entre os postos pesquisados foi de R$ 5,28 e o maior valor de R$ 5,99 – diferença de 13% entre um estabelecimento e outro. 
Também em comparação ao dia 30 de abril, o etanol teve uma queda de 3,86% no preço médio, ou seja R$ 0,22 por litro. 
De janeiro de 2021 a maio de 2022, o preço médio do etanol subiu 73,41%. O valor que era R$ 3,21 foi para R$ 5,57, aumento de R$ 2,36. 
De acordo com  o economista e coordenador do Mercado Mineiro e aplicativo ComOferta, Feliciano Abreu, no momento atual o etanol não é viável para o bolso do consumidor quando comparado aos preços médios, correspondendo a 74% do preço médio da gasolina comum. 
“Com o etanol a preço médio de R$ 5,57, nós temos 74% do valor da gasolina, que é R$ 7,54. Então o consumidor tem que avaliar se é vantajoso para ele ou não nesse momento”, destaca o economista.
 

Diesel mais caro 

 
No caso do diesel, o preço médio do litro subiu 4,28% nos últimos 15 dias, passando de R$ 6,73 para R$ 7,02. De janeiro de 2021 a maio deste ano o preço médio do diesel s10 subiu 82%, isto é R$ 3,17.
O preço médio era R$ 3,85 e foi para R$ 7,02, isto é 74,90%. Durante a pesquisa, o menor preço por litro do diesel encontrado foi de R$ 6,69 e o maior R$ 7,39, uma variação de 10,46%. 
No levantamento também foi pesquisado o Gás Natural Veicular (GNV). O menor valor encontrado foi de R$ 5,49 e o maior R$ 5,59, com uma variação de 1,82%
A pesquisa completa está disponível no site do Mercado Mineiro. 

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Dólar sobe para R$ 5,42 em dia de nervosismo no mercado financeiro

Em mais um dia de nervosismo no mercado financeiro, o dólar superou a barreira de R$ 5,40 e atingiu o maior nível desde o...

Leite dispara e fica mais caro que combustível

 De repente, consumidores se deparam com um cenário de apreensão e vivem novo drama ao observar as prateleiras dos supermercados e padarias. Com aumentos...

Produção de petróleo, em maio, é de 2,879 milhões de barris por dia

Em maio, a produção de petróleo no país atingiu cerca de 2,879 milhões de barris por dia (MMbbl/d) e 132 milhões de metros cúbicos...