América 1 x 0 Santos: assista ao gol de Pedrinho e aos melhores momentos

O América venceu o Santos neste domingo (14),...

Mancini exalta sequência do América e cita busca por vaga na Libertadores

Com a vitória por 1 a 0 sobre o...

Eliana revela que pai sofreu AVC: “Quase te perdemos”

Eliana surpreendeu os seguidores das redes sociais ao revelar...

Relação de gestores com contas reprovadas pelo TCE-BA tem 543 nomes; saiba mais

Entre os gestores baianos, 543 deles estão na lista...

Ciclone com ventos de mais de 100 km/h deve atingir a região Sul a partir desta terça

Escrito por Redação

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

O Ministério do Desenvolvimento Regional alertou na noite desta segunda, 16, para a passagem de um ciclone pela região Sul do Brasil, que deve atingir os Estados de Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Segundo a coordenadora de Meteorologia do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Marcia Seabra, o ciclone passou para a condição de tempestade subtropical, recebeu o nome de Iakecan e virá em direção ao continente entre a tarde e a noite de terça, 17. Os ventos podem chegar a mais de 100 km/h, quando passaria a ser uma tempestade tropical. “Quando a Marinha nomeia um ciclone, ele tem alguma relevância e pode afetar a vida das pessoas”, explicou o diretor do Inmet, Miguel Ivan, que pediu que não haja pânico, mas que as pessoas tenham precaução.

O diretor do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad) do MDR, Armin Braun, orientou a população a buscar informações com as Defesas Civis estaduais ou municipais, para receber alertas e informações confiáveis por SMS – para tal, deve-se mandar uma mensagem para o número 40199 com o CEP da residência. Braun alertou que vendavais com mais de 100km/h podem causar destelhamento, queda de árvores e pequenos postes e interrupção de energia elétrica. Por isso, recomendou que a população evite sair de locais abrigados quando esses ventos estiverem ocorrendo, desligar a energia da tomada e fechar a saída de gás do botijão, além de relembrar os números de telefone da Defesa Civil (199) e Bombeiros (193). Segundo Ivan, existe a possibilidade de que a tempestade chegue a 120km/h e se torne oficialmente um furacão, assim como de que ele permaneça apenas no mar; no entanto, o mais provável é que chegue ao continente. Os membros da Defesa Civil ainda alertaram para os riscos da frente fria que deve chegar ao Sul, Sudeste e Centro-Oeste. O Estado de Santa Catarina já foi atingido por um ciclone de menor intensidade nesse mês de maio, que causou três mortes e deixou 22 cidades em estado de emergência.

 

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Prazo para caminhoneiros fazerem autodeclaração para receber benefício começa nesta segunda-feira

O prazo para que transportadores autônomos de carga (TAC) realizem a Autodeclaração do Termo de Registro para receber o Benefício Caminhoneiro-TAC começou nesta segunda-feira, 15. Aqueles que fizerem até...

Marcola e PCC: visitas ao chefe da facção revelam plano de fuga e conselhos ao filho

O líder da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), Marco Willians Herbas Camacho, popularmente conhecido como Marcola, passou a ser alvo de investigações da Polícia Federal após o...

STF retoma análise sobre mudanças na Lei de Improbidade na quarta-feira e julgamento mobiliza MP

Em meio à campanha política, o Supremo Tribunal Federal (STF) deve retomar nesta quarta-feira, 17, o julgamento sobre a constitucionalidade de algumas alterações promovidas pela Nova Lei de Improbidade...