Mata de São João: Homem morre e câmeras registram crime

Um homem morreu a tiros na noite deste...

Telescópio Hubble registra nuvens celestiais em nova imagem

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Nasa (Agência Espacial...

Yasmin Brunet diz que via espíritos quando criança

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Yasmin Brunet, 34, revelou...

Médico brasileiro cria tecnologia que pode restaurar funções cerebrais perdidas

Restaurar funções cerebrais de pacientes afetados por doenças...

Bolsonaro diz que ‘parlamentar gordinho’ cobrou apoio por cargos no governo

Escrito por Redação

Publicado em:

Compartilhe esse artigo
O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse, nesta segunda-feira (16/5), ter sofrido ameaças em seu gabinete no Palácio do Planalto por parte de um “parlamentar gordinho”, que teria condicionado a votação de pautas de interesse do governo à entrega de ministérios para a base partidária. A declaração ocorreu durante evento de abertura da APAS Show, feira do setor de supermercados e alimentos, em São Paulo. Embora não tenha citado nominalmente a quem se referia, o chefe do Executivo já usou a expressão para falar do ex-presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia.
“Quantas vezes chegava um parlamentar gordinho lá, nada contra os gordinhos. ‘Olha, se não arranjar esse ministério não entra em pauta nada, nem na Câmara, nem no Senado’. É foda trabalhar assim. Não se pensa no Brasil de jeito nenhum, o Brasil que se exploda. Essa é a máxima, quase que uma regra da política brasileira. Como trabalhar em um ambiente desse?”, questionou.
Bolsonaro ainda lembrou a facada recebida em 2018 e repetiu que é “imorrível”.
“Tentaram me tirar de combate, mas eu sou imorrível, além de dois I’s que eu não vou citar aqui”. Em outras ocasiões, ele disse ser “Imorrível, imbrochável e incomível”.
Também repetiu que se sente como “um prisioneiro sem tornozeleira eletrônica”, mas que sua missão é “tentar mudar o Brasil”.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Aras publica vídeo antigo em que minimiza judicialização das eleições: ‘Quem ganhar vai tomar posse’

O procurador-geral da República, Augusto Aras, afirmou em vídeo publicado nesta segunda-feira, 15, que “quem ganhar a eleição, vai tomar posse”, minimizando quaisquer questionamentos a respeito do sistema eleitoral...

Trio é morto em tiroteio durante festa paredão no Recôncavo baiano

Três homens foram mortos a tiros durante uma festa paredão na zona rural de Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo baiano, na noite do domingo (14).  Os mortos foram...

Roma propõe capacitação dos servidores da educação para melhorar ensino

O candidato a governador da Bahia, ex-ministro da Cidadania e deputado federal, João Roma (PL), disse que focará na promoção das condições de trabalho para os profissionais de...