Amargosa: Homem é baleado na porta de casa após discussão em festa

Um homem identificado como Darlan Araújo Cabral da...

Justiça contraria parecer médico e nega internação de adolescente em clínica de obesidade

A Justiça baiana negou um pedido de internação...

Ainda sem condições, Lazaroni segue fora do time do Vitória e não pega o Paysandu

O lateral Guilherme Lazaroni vai desfalcar o Vitória...

Anamma firma acordo com Fórum Baiano de Comitês de Bacias Hidrográficas

A Associação Nacional de Municípios e Meio Ambiente...

Amigos e familiares se despedem em enterro de bancária morta no Itaigara

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

O corpo da bancária Rita Maria Britto Fragoso e Silva, de 62 anos, que foi encontrada morta em seu apartamento, na quinta-feira (12), com sinais de estrangulamento, foi enterrada na tarde desta segunda-feira (16), no cemitério Bosque da Paz. No velório, familiares e amigos prestaram as últimas homenagens.

Momentos antes do cortejo, todos os presentes se juntaram na sala de velamento. Algumas palavras de saudade foram ditas sobre Maria Rita e, em meio a aplausos, o caixão foi levado para o local do sepultamento. 

Sob comoção dos presentes, o enterro da bancária aconteceu às 15h45. No caixão, uma foto de Maria ao lado dos dois filhos simbolizava a presença deles, que moram em Portugal. Muito abalados, amigos e familiares não quiseram comentar sobre o caso. 

Entenda o caso

O corpo de Rita foi encontrado no sábado (14), dentro do seu apartamento, no bairro do Itaigara. No entanto, a morte aconteceu na quinta-feira (12), segundo a perícia técnica. Quem a encontrou foi um de seus sobrinhos depois que familiares estranharam o sumiço da bancária por dois dias.

Segundo os familiares da vítima, a porta do apartamento e a porta do quarto onde Rita Maria foi encontrada estavam trancadas e ela tinha um travesseiro sobre o rosto. A Polícia Civil também revelou que Rita Maria tinha ferimentos pelo corpo causados por um objeto perfurocortante e um fio enrolado no pescoço. Alguns pertences da vítima, como notebook, celular e documentos, não foram encontrados. 

A autoria e motivação do crime ainda são desconhecidas e a investigação está sendo conduzida pela 1ª DH/Atlântico. 

*Com a orientação da subchefe de reportagem Monique Lôbo

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

TVE Bahia marca debate e entrevistas com governáveis; ACM Neto recusa convite

O Irdeb vai realizar, a partir desta segunda-feira (22), uma rodada de entrevistas com os candidatos ao governo do estado da Bahia. As entrevistas acontecem na Rádio Educadora...

Anamma firma acordo com Fórum Baiano de Comitês de Bacias Hidrográficas

A Associação Nacional de Municípios e Meio Ambiente (Anamma) firmou nesta sexta-feira (19/08), em encontro realizado na Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), um acordo de...

PGR pede arquivamento de investigações sobre Bolsonaro na CPI da Covid

A Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu, novamente, que o Supremo Tribunal Federal (STF) arquive as ações contra o presidente Jair Bolsonaro (PL) e aliados do governo federal com base...