Abel Ferreira é eleito melhor técnico português em atividade no exterior

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

Abel Ferreira terá de encontrar espaço para alocar mais um troféu em sua gua galeria de conquistas. O técnico do Palmeiras foi eleito nesta segunda-feira o melhor treinador português que trabalha fora do seu país de origem na 56ª edição do prêmio CNDI, promovido pela associação de jornalistas esportivos de Portugal.

O comandante palmeirense superou, entre outros compatriotas, José Mourinho, que ganhou recentemente a Conference League com a Roma, Bruno Lage, do Wolverhamptom, da Inglaterra, Pedro Martins, do Olympiacos, da Grécia, Vítor Pereira, hoje no Corinthians, mas que foi indicado ao prêmio pelo trabalho à frente do Fenerbahce, da Turquia, mesma situação do botafoguense Luis Castro, ex-técnico do Al Duhail, do Catar.

“Agradeço este prêmio ao CNID e partilho-o com todos os treinadores que trabalham fora do seu país de origem”, escreveu o técnico nas redes sociais. Os compromissos com o Palmeiras impediram Abel de estar na premiação, realizada no teatro Miguel Franco, na cidade de Leiria. Hugo Cajuda, empresário do técnico, recebeu o troféu em nome do treinador.

O trabalho bem-sucedido à frente do Palmeiras, com o qual foi campeão da Libertadores (2020 e 2021), Copa do Brasil (2020), Recopa Sul-Americana (2022) e Paulistão (2022), fez com que Abel fosse reconhecido em seu país de origem e também fora dele.

Em Portugal, o técnico foi condecorado como Comendador da Ordem do Infante D. Henrique, em cerimônia realizada com o presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, ganhou a “Medalha de Ouro da Cidade e do Concelho de Penafiel”, sua cidade natal, do qual virou cidadão honorário, e também foi homenageado com o prêmio “Talento que Marca o Mundo”, promovido pela Liga Portuguesa.

Ele também ostenta o título de melhor treinador da América do Sul, dado em uma tradicional eleição anual realizada pelo jornal uruguaio El País. O português foi o primeiro europeu a vencer a premiação.

No Brasil, Abel também tem conquistas individuais. Em abril passado, o técnico tornou-se cidadão paulistano. A concessão do título foi concedida pela Câmara Municipal de São Paulo. Os vereadores aprovaram de forma unânime o Projeto de Decreto Legislativo (PDL), de autoria do vereador Toninho Vespoli (PSOL).

Abel Ferreira não havia conquistado títulos como treinador de futebol profissional até chegar ao Brasil para treinar o Palmeiras. Aos 43 anos, o treinador renovou seu vínculo com o time alviverde para permanecer no comando técnico da equipe até 2024. Sua família em breve se mudará a São Paulo.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Palmeiras empata com o Avaí e desperdiça chance de disparar na liderança do Brasileirão

O Palmeiras empatou por 2 a 2 como Avaí, na tarde deste domingo, 26, na Ressacada, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro 2022, e...

Após demissão de Guto, Bahia anuncia retorno de Enderson Moreira ao comando

Depois de demitir Guto Ferreira, a diretoria do Esporte Clube Bahia anunciou, neste domingo (26), que Enderson Moreira voltará ao cargo de técnico...

Palmeiras é derrotado pelo Vasco, mas conquista tri da Copa do Brasil sub-17 com gols de Endrick

O Palmeiras não fez uma grande partida e acabou sendo derrotado pelo Vasco por 4 a 2, na tarde deste domingo, 26, em São...
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com