Simaria está apaixonada por galã do SBT e irmão confirma a paquera

E pra quem acha que a vida de Simaria...

Financiamento do transporte público não pode ser só pela tarifa, defende Giovanna Victer

A secretária municipal da Fazenda em Salvador, Giovanna...

OMS divulga novos nomes para grupos do vírus da varíola dos macacos

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A OMS (Organização Mundial...

Veja como preparar um delicioso Pudim de Coco com Maizena

É fã de sobremesas fáceis e rápidas? Então veja...

Continua a caçada à Lázaro de Pernambuco acusado de matar duas jovens e estuprar uma delas

Escrito por Redação

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

Edson Cândido Ribeiro (35 anos) é acusado de matar duas mulheres, uma delas, estuprada antes de ser morta.

A caçada conta com policiais civis e militares e voluntários (pessoas da própria cidade). As buscas mobilizam helicópteros e policiais de delegacias e pelotões especializados.

A Secretaria de Defesa Social (SDS) afirmou que as polícias estão trabalhando de forma integrada e contínua para localizar o suspeito.

A família dele sofre agressões, com vizinhos revoltados. Diante da revolta dos moradores da cidade, que estão indo para as ruas com facas e facões nas mãos, a Polícia Militar tem mantido uma equipe sempre perto da casa da mãe do acusado.

Cacada por Edson Candido Ribeiro entra no sexto dia na Zona da Mata pernambucana
Caçada por Edson Cândido Ribeiro entra no sexto dia na Zona da Mata pernambucana

OS CRIMES – Na manhã da segunda-feira (31), Jailma Muniz da Silva (19 anos) foi estuprada e assassinada quando levava o café da manhã para a mãe e o irmão, que trabalhavam na roça, no Sítio Cueiras, localizada na zona rural de Glória do Goitá, onde morava.

No dia seguinte, na terça-feira (1º), o corpo de Kauany Mayara Marques da Silva (18 anos) foi encontrado em estado de decomposição, dentro de um bueiro, também em Glória do Goitá. Ela tinha sido visto por último no sábado (29). Um detalhe chamou a atenção da polícia. A garota já havia mantido um relacionamento com Edson.

A Justiça determinou a prisão dele, que continua em movimento, escondido em matas. Esse comportamento lhe rendeu o apelido de “Lázaro de Pernambuco”, “Novo Lázaro” e “Lázaro do Sertão”, em referência ao suspeito de homicídios do Distrito Federal, que mobilizou uma caçada policial por 20 dias em junho de 2021.

Policia de Pernambuco chega ao sexto dia de buscas de Edson Candido Ribeiro suspeito de estuprar e assassinar duas jovens a facadas em Gloria do Goita
Polícia de Pernambuco chega ao sexto dia de buscas de Edson Cândido Ribeiro, suspeito de estuprar e assassinar duas jovens a facadas em Glória do Goitá

FICHA CRIMINAL – O crime foi cometido há exatos 43 dias após ser liberado da prisão. De acordo com o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), Edson Cândido foi condenado ao cumprimento da pena de 13 anos e cinco meses no ano de 2014 pelos crimes de estupro e roubo, em Pombos (PE).

Antes disso, já havia sido condenado, também em 2009, a nove anos e oito meses de prisão pelo crime de roubo. As duas penas somaram 23 anos e um mês. Desse tempo que deveria ficar preso, cumpriu 13 anos, quatro meses e 18 dias. Em 19 de dezembro do ano passado, ganhou a liberdade para cumprir a pena no regime condicional.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Prazo para caminhoneiros fazerem autodeclaração para receber benefício começa nesta segunda-feira

O prazo para que transportadores autônomos de carga (TAC) realizem a Autodeclaração do Termo de Registro para receber o Benefício Caminhoneiro-TAC começou nesta segunda-feira, 15. Aqueles que fizerem até...

Marcola e PCC: visitas ao chefe da facção revelam plano de fuga e conselhos ao filho

O líder da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), Marco Willians Herbas Camacho, popularmente conhecido como Marcola, passou a ser alvo de investigações da Polícia Federal após o...

STF retoma análise sobre mudanças na Lei de Improbidade na quarta-feira e julgamento mobiliza MP

Em meio à campanha política, o Supremo Tribunal Federal (STF) deve retomar nesta quarta-feira, 17, o julgamento sobre a constitucionalidade de algumas alterações promovidas pela Nova Lei de Improbidade...