Katie Price pode ser presa por fazer conteúdo OnlyFans na Tailândia

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A modelo inglesa Katie...

Jaguaquara e Maracás voltam a exigir uso de máscaras em escolas e unidades de saúde

Os municípios de Jaguaquara e Maracás, no Vale...

Com suspeita de lesão na coxa, Rodrigão é dúvida no Vitória para enfrentar o São José-RS

O atacante Rodrigão é dúvida no Vitória para...

Paraná Pesquisas/ BN: Na Bahia, Lula tem 49,8% dos votos e Bolsonaro 26,5%

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT)...

Caravelas discute elaboração do Plano de Manejo da APA da Ponta da Baleia/Abrolhos

Publicado em:

Compartilhe esse artigo
Preservação ambiental e plano de manejo. Esse é o objetivo proposto pelo INEMA (Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado da Bahia), que conta com o apoio da Prefeitura de Caravelas.
Secretários municipais se reuniram com representantes da Detzel, empresa contratada pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente (SEMA) para realizar o estudo de impactos ambientais e de uso sustentável na APA da Ponta da Baleia/Abrolhos, região onde é forte a exploração da pesca e do turismo, como importantes fontes de renda das populações costeiras.
Garantir esse potencial econômico, com sustentabilidade ambiental, é o desafio proposto para a população que vive na APA da Ponta da Baleia/Abrolhos, localizada no extremo Sul da Bahia, que fica numa área de 346.535 hectares, onde estão os municípios de Alcobaça, Caravelas, Prado e Nova Viçosa.
Reuniao de representantes do Inema e secretarios municipais de Caravelas 19
Região da APA da Ponta da Baleia/Abrolhos, localizada no extremo Sul da Bahia
É nessa região onde estão recifes, bancos de corais e grande diversidade da fauna e flora marinha, além de restingas arbóreo-arbustiva [na faixa de areia] e extensos manguezais, ao longo dos leitos dos rios.
É ainda destino de espécies ameaçadas de extinção, como a tartaruga marinha, aves migratórias e as baleias Jubarte, que vêm para essa região de clima tropical se reproduzir, sendo avistadas no período de junho à novembro.
Para a Secretária de Meio Ambiente, Edinéia França, “a importância dessa região para a biodiversidade natural e como fonte de renda para os caravelenses exige ações de sustentabilidade, como instrumento para preservar o equilíbrio ambiental e econômico”, argumenta.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Chegou ao fim o são joão de Caravelas com sucesso de animação e público

O são joão de Caravelas foi realizado entre os dias 23 e 26 de junho, no circuito montado na Praça Dr. Aquiles de Jesus...

Público lota o circuito do são joão de Caravelas na noite deste sábado (25)

Na programação deste sábado (25), no são joão de Caravelas, estavam Fogoso do Forró, Thiago Felipe, Cris Lima e Daniel Show. O local da festa,...

Caravelas realizou a 6ª conferência municipal de saúde

A 6ª Conferência Municipal de Saúde foi realizada no auditório do Colégio Polivalente de Caravelas nesta quarta-feira (22), com a organização do Conselho Municipal...