Procissão volta às ruas para celebrar Nossa Senhora da Boa Viagem

Dia de rezar e também de homenagear a...

Ator de ‘Homem-Aranha’, Tom Holland anuncia pausa nas redes sociais para cuidar da saúde mental

Tom Holland, ator principal do último filme de “Homem-Aranha”...

Santos joga mal e é derrotado pelo América-MG na estreia de Luan 

O América-MG fez valer o mando de campo e...

Moro abandona ataques a Bolsonaro e faz investidas contra Lula

O ex-juiz Sérgio Moro (União Brasil), candidato ao Senado...

Prefeita de Porto Seguro tem contas rejeitadas pelo TCM

Escrito por Redação

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

O Tribunal de Contas dos Municípios, nesta quinta-feira (21/12), rejeitou as contas da prefeita de Porto Seguro, Cláudia Oliveira, relativas ao exercício de 2016. A gestora extrapolou o limite de despesas com pessoal, que atingiu 61,97% da receita corrente líquida do município, e cometeu irregularidades em processos licitatórios. O conselheiro Raimundo Moreira, relator do parecer, determinou a formulação de representação ao Ministério Público Estadual contra a prefeita para que sejam adotadas as medidas judiciais diante das irregularidades em procedimentos licitatórios e admissão de servidores sem concurso público.

Também foi aplicada uma multa de R$20 mil pelas irregularidades identificadas no relatório técnico e outra, no montante de R$72.152,42, que corresponde a 30% dos seus subsídios anuais, diante da não redução da despesa com pessoal ao limite máximo estabelecido na Lei de Responsabilidade Fiscal. Foi determinando ainda o ressarcimento aos cofres municipais da quantia de R$3.280,02, com recursos pessoais, em razão de despesas indevidas com multas de trânsito.

As despesas total com pessoal, ao final do exercício, atingiram o montante de R$202.847.964,20, que corresponde a 61,97% da receita corrente líquida do município, extrapolando o percentual máximo de 54% estabelecido na LRF. Além disso, o relator apontou que houve um acréscimo de 4,91% no montante de gastos com pessoal nos últimos 180 dias do mandato.

O acompanhamento da execução orçamentária apontou a ocorrência de licitações envolvendo volumes de recursos elevados com o comparecimento de apenas um interessado, embora haja indicação de terem sido os editais adquiridos por dois ou até três possíveis interessados, o que caracteriza precariedade nas divulgações dos certames, bem como a realização de licitações em que não houve a apresentação de propostas, reforçando o entendimento sobre a existência de procedimentos para direcionamento que dificultavam a participação de possíveis concorrentes.

A relatoria ainda identificou indícios de direcionamento nas contratações realizadas junto a empresa Stars Multi Eventos e Produções, vencedora de diversos processos licitatórios, que resultaram em pagamentos no montante de R$1.992.200,00 para prestação de serviços de suporte logístico com o fornecimento de infraestrutura para o Carnaval e festa de São João e a ausência de comprovação, durante toda a execução do contrato, das condições de habilitação e qualificação da empresa Coletivos União exigidas na licitação.

A gestora também descumpriu determinação do TCM ao não promover o pagamento de 11 multas da sua responsabilidade imputadas em processos anteriores, que já se encontram vencidas, no montante total de R$124.060,97.

Cabe recurso da decisão.

.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Bancário realizam ato de protesto em Porto Seguro

Nesta quinta-feira (04/08) foi realizada mais uma manifestação do Sindibancários (Sindicato dos Bancários do Extremo Sul da Bahia), desta vez na porta da agência central do Bradesco, em Porto...

Festival Gastronômico Raízes de Porto Seguro integrará as comemorações de aniversário do Brasil

O Festival Raízes acontece de 12 a 30 de abril, dentro das comemorações dos 522 anos do Descobrimento do Brasil. Além da agenda cultural prevista, turistas e moradores poderão desfrutar...

Está oficialmente cancelado o Carnaporto 2022

O anúncio foi feito pelo Grupo Axé Moi, realizador da festa, há 25 anos em Porto Seguro, após o carnaval oficial. A justificativa é o aumento recente dos casos da...