Caixa: ‘Pedro Guimarães tem artilharia contra Bolsonaro, mas não vai usar’

"O Palácio do Planalto já foi avisado de que...

Tempo seco e frio predomina em Minas nesta terça-feira (5/7)

O tempo seco e frio atinge várias regiões de...

PSG anuncia saída de Pochettino e confirma Christophe Galtier como novo treinador

O Paris Saint-Germain oficializou nesta terça-feira, 5, a saída...

Em fórum com empresários, Bolsonaro exalta parceria do Brasil com países árabes

O mundo árabe é o terceiro maior cliente do...

Alianças perigosas: Prefeito de Itapitanga vs Ciganos

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

Rumores de dívida do prefeito de Itapitanga com ciganos deixam moradores e políticos da cidade em estado de tensão. São comuns as histórias de dívidas com ciganos em cidades do interior da Bahia.  Também não são raros os envolvimentos de prefeitos, vereadores e secretários municipais nestes empréstimos perigosos.

Prefeito-de-ItapitangaDernival-Dias-Ferreira

Nas ruas de Itapitanga, cidade localizada a 450 km de Salvador, não se para de falar do dinheiro que o alcaide, Dernival Ferreira (PP), deve a um cigano e de sua correria para pagar a dívida depois de ter os planos para a sucessão frustrados pela Justiça Eleitoral. As dívidas do prefeito com ciganos e fornecedores, no final de seus dois mandatos, ganharam mais repercussão no município depois da impugnação da candidatura da ‘ex-esposa’ do alcaide, Cristina Moitinho, à prefeitura de Itapitanga, faltando três dias para o pleito do dia 7/10.  “Não posso lhe dizer com certeza. Mas se comenta na rua que ele deve só a um cigano R$ 2 milhões”, diz Lenya Araújo (PT), única vereadora da oposição no município.

A edil, que já abriu 12 processos com denúncias de superfaturamento contra Dernival, ingressou junto com o promotor da cidade uma ação pedindo a impugnação da candidatura de Cristina, acatada pela Justiça Eleitoral. Com isso, Dernival e a coligação liderada pelos pepistas foram obrigados a definir um novo nome, 72h antes das eleições. Joaquim Babo foi o escolhido e venceu a disputa com 59,6% dos votos válidos, mesmo sem tempo para fazer campanha. No entanto, ainda não se sabe qual o nível de compromisso que o novo prefeito terá com o atual e se ele pode ajudá-lo com as astronômicas dívidas pessoais.

.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Chico do Hotel vai retornar ao cargo de vereador em Itamaraju

A decisão é da desembargadora do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ/BA), Ivone Bessa Ramos, publicada no Diário Oficial da Justiça (DOJ), desta sexta-feira,...

TCM denuncia ex-prefeito de Teixeira de Freitas ao Ministério Público

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM/BA), nesta quarta-feira (16), solicitou ao Ministério Público Estadual investigar o ex-prefeito de Teixeira de Freitas, João Bosco Bitencourt,...

Bernardo Olívio é denunciado no Ministério Público por fraude com diárias

O mandato de Bernardo Olívio já acabou faz tempo, mas seu nome continua sendo notícia. Desta vez, o ex-prefeito de Alcobaça, Bernardo Olívio Oliveira,...