Vice-presidente do Paraguai renuncia após ser acusado de corrupção pelos EUA

SYLVIA COLOMBOBUENOS AIRES, ARGENTINA (FOLHAPRESS) - Uma acusação dos...

Acordar na madrugada para comer pode ser distúrbio de sono, diz médica

Acordar no meio da noite para revirar a geladeira...

James Hetfield, vocalista do Metallica, se divorcia

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - James Hetfield, vocalista da...

Nova Viçosa: Vice-prefeito segue hospitalizado; prefeitura corrige informação

O vice-prefeito de Nova Viçosa, no Extremo Sul,...

Construção de calçamento vira caso de polícia

Escrito por Redação

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

A construção de parte de um calçamento na Rua 04, no bairro Novo Prado, na cidade praiana do Prado virou caso de polícia. A obra, paga com recursos particulares pretende pavimentar 650 metros quadrados, imediatamente, em frente à Pousada Recanto do Prado. A maior parte da rua continuaria em solo de terra batida.

Há rumores de que a justificativa para a possível interrupção da obra seria a queixa de uma moradora nas proximidades, de que a água ficaria na porta de sua residência.

obra recanto prado 02

Segundo a gerente comercial da agência de viagens e do empreendimento hoteleiro, ALESSANDRA OTERE, a obra foi iniciada no último dia 09 de agosto, seguindo todos os procedimentos determinados pelas diretrizes de engenharia, inclusive com rebaixamento de solo, para impedir que o local ficasse mais alto e provocasse alagamento nos imóveis ao redor. Ela disse ter ficado surpresa ao ver uma maquina retroescavadeira retirando os bloquetes, utilizados na construção do calçamento, e acionou policiais do 4º Pelotão para garantir a ordem pública.

obra recanto prado 04

No local foi instalada uma placa sinalizando a construção com recursos particulares e uma autorização assinada pelo secretário de obras da Prefeitura do Prado, Luiz Ramos, com data do último dia 19 de julho. Nossa equipe tentou contato com o secretário ou algum representante da administração pública municipal, mas ninguém quis comentar o episódio.

obra recanto prado 03

A gerente comercial enfatizou que pretende continuar a obra, caso não haja manifestação em contrário, por meio da justiça. Ela enfatizou que não há qualquer motivação política para beneficiar este ou aquele candidato. Também pontuou que a ação é uma retribuição social à comunidade onde aplicaram investimento de uma vida de trabalho. “É uma contrapartida social em função do investimento e do retorno econômico, neste que é o principal município integrante da Costa das Baleias”, concluiu.

.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Ex-prefeito de Caravelas foi mais uma vez denunciado no Ministério Público

O Tribunal de Contas dos Municípios, nesta quarta-feira (29/05), julgou procedente o termo de ocorrência formulado contra o ex-prefeito de Caravelas, Jadson Silva Ruas, em razão de irregularidades no...

Chico do Hotel vai retornar ao cargo de vereador em Itamaraju

A decisão é da desembargadora do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ/BA), Ivone Bessa Ramos, publicada no Diário Oficial da Justiça (DOJ), desta sexta-feira, dia 09 de novembro. Francisco Carlos...

TCM denuncia ex-prefeito de Teixeira de Freitas ao Ministério Público

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM/BA), nesta quarta-feira (16), solicitou ao Ministério Público Estadual investigar o ex-prefeito de Teixeira de Freitas, João Bosco Bitencourt, para apurar a prática de...