Após par romântico em novela, Glória Pires posa ao lado de galã

Um reencontro pegou o público de surpresa, nessa terça-feira...

A lista de aparelhos compatíveis com o 5G

A partir da zero hora, desta quarta-feira, entrou em...

Carro invade ponto de ônibus, atropela quatro e mata um

 Um carro bateu contra um ponto de ônibus em...

Pesquisa Genial/Quaest: Lula tem 45% contra 31% de Bolsonaro

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem...

Campanha de prevenção a Aids é dirigida a jovens de 15 a 24 anos

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

campanha_aids“Sexo sem camisinha não tem nada a ver”. Esse é principal mote da campanha de prevenção de DST/HIV/Aids para o verão e o Carnaval de 2011, lançada em dezembro, pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), por meio do Programa Estadual de DST/Aids. A campanha, que este ano tem como público alvo os jovens em geral (mulheres e homens), entre 15 a 24 anos, com prioridade para as populações das classes C, D e E, começou a ser veiculada no último dia 30 e estará por um mês no ar.

São outdoors, busdoors, spots de rádio e filmes para a televisão, com o cantor Léo Santana interpretando uma versão da música “Rebolation”, na qual incentiva o uso do preservativo nas relações sexuais. O cantor cedeu a imagem gratuitamente. Além das mídias tradicionais, a campanha ganhará um hotsite e chegará às redes sociais como Facebook, Orkut, Twitter e Flickr.

A campanha também foca a desconstrução do preconceito contra quem vive com HIV/Aids, buscando dar mais visibilidade às questões do viver com a doença, combater o estigma e a discriminação que recaem sobre as pessoas vivendo com HIV/Aids e mostrar a proximidade da infecção do universo dos jovens.

No Brasil, no início da década de 1980, a epidemia do HIV atingiu, principalmente, os usuários de drogas injetáveis, gays e outros homens que fazem sexo com homens, assim como os indivíduos que receberam transfusão de sangue e hemoderivados. Nos últimos anos da década de 1980 e início dos anos 1990, a epidemia assumiu outro perfil. A transmissão heterossexual passou a ser a principal via de infecção pelo HIV, e vem apresentando maior tendência de crescimento em anos recentes, acompanhada de uma expressiva participação das mulheres na dinâmica da epidemia. Na Bahia, em 2010, foram confirmados 749 casos de Aids.


.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Projeto social exibe filmes infantis para crianças carentes em Prado

Crianças carentes tiveram contato com o projeto ‘Meu Bairro Melhor’. A iniciativa é levar entretenimento e alegria às crianças carentes do município. A primeira ação...

Mutirão pretende erradicar a cegueira no município do Prado

Centenas de pacientes serão beneficiados no mutirão do glaucoma, promovido pela Prefeitura de Prado, através da Secretaria Municipal de Saúde. A ação pretende atender...

Prado: Urologista vai palestrar sobre os cuidados com o câncer de próstata

Na próxima sexta-feira, dia 28, a Secretaria de Saúde de Prado realiza palestra abordando a saúde do homem e os cuidados com o câncer...