Geladeiras para vítimas das fortes chuvas em Itamaraju

As geladeiras serão entregues nesta quarta-feira (29). O primeiro lote conta com 120 geladeiras, destinadas às famílias atingidas pelas chuvas no município de Itamaraju, no extremo sul do estado.

Os equipamentos foram adquiridos com recursos próprios, num investimento de R$ 120 mil. Cada refrigerador custa aproximadamente R$ 1.008,00, com baixo consumo de energia e alta durabilidade. Parte dos 1.500 refrigeradores doados pela Coelba também será entregue nesta quarta (29).

A entrega, começando por Itamaraju, se dá por conta de ter sido um dos mais atingidos pelas chuvas, contando com quase 25% da demanda de geladeiras e outros eletrodomésticos, segundo o cadastro já realizado pela Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS).

As primeiras 120 geladeiras estão sendo entregues em Itamaraju, devido ao fato de ter sido um dos primeiros a serem atingidos pelas fortes chuvas

De acordo com a SJDHDS, pelos levantamentos feitos até agora, a demanda pelos eletrodomésticos e outros objetos em 17 municípios do extremo sul chega a 4.693 geladeiras, 4.704 fogões, 8.502 colchões e 3.039 botijões de gás de cozinha. Outras entregas estão previstas para ocorrer no decorrer da semana.

As famílias beneficiadas foram identificadas durante processo de triagem e, desde a semana passada, tem sido realizado o trabalho de busca ativa das vítimas dos temporais para a identificação das necessidades e urgências de cada uma delas. A SJDHDS também tem prestado apoio técnico às equipes de assistência social dos municípios.

A distribuição dos eletrodomésticos pela Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec), de acordo com o projeto de lei sancionado pelo governador em 15 de dezembro tem, entre os requisitos, a inscrição das famílias no cadastro único de programas do governo federal (CadÚnico), residência no município em estado de calamidade pública e imóvel atingido pela chuva com perda de eletrodomésticos. A comprovação é feita por órgãos municipais e pela Sudec.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário

SEJA UM PARCEIROWhatsApp do PrimeiroJornal (73) 99989-6889
Você repórter, seu espaço para participar com vídeos, fotos ou depoimentos