Sasha Meneghel faz 1ª campanha internacional, e Xuxa se derrete: ‘Perfeita’

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Sasha Meneghel, 23,...

André Godinho e Ibaneis Rocha tomam posse no IAB Nacional

O advogado baiano e ex-conselheiro do Conselho Nacional de...

Feira: Durante operação agentes apreendem quase R$ 1 milhão em drogas

Cinco homens acusados de tráfico de drogas foram presos...

Anvisa autoriza uso da vacina da Pfizer em crianças de 5 a 11 anos no Brasil

Publicado em:

COMPARTILHE ESSE ARTIGO:

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou o uso da vacina da Pfizer contra a Covid-19 em crianças de 5 a 11 anos de idade no Brasil. A decisão foi divulgada nesta quinta-feira (16) após avaliação técnica do pedido submetido pela farmacêutica no dia 12 de novembro.

A dosagem da vacina para esta faixa etária será ajustada e menor (um terço) que aquela utilizada por maiores de 12 anos. Segundo a Anvisa, a proposta é ter frascos diferentes, com dosagem específica para cada grupo. Os frascos serão diferenciados pela cor, roxa para adultos e adolescentes e laranja para crianças, de acordo com a Pfizer.

A vacina da Pfizer é um dos quatro imunizantes contra a Covid-19 aplicados no Brasil, além da AstraZeneca, Coronavac e Janssen – sendo o único com autorização para uso em crianças e adolescentes.

O uso emergencial da vacina da Pfizer em crianças de 5 a 11 anos nos Estados Unidos foi autorizado pelo Food and Drug Administration (FDA), órgão semelhante à Anvisa, no dia 29 de outubro.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Mentiras e verdades sobre a onda de frio que chega ao Brasil nesta semana

Diante de informações de origem duvidosa ou bastante exageradas que têm circulado nas redes sociais e aplicativos de mensagens sobre a onda de...

Prefeitura de São Paulo acaba com obrigatoriedade do passaporte vacinal da Covid-19

A Prefeitura de São Paulo retirou a obrigatoriedade do passaporte vacinal para o acesso a estabelecimentos na capital paulista. A decisão foi publicada no...