Ex-chefe da Fórmula 1, Bernie Ecclestone é preso em São Paulo por porte ilegal de arma

Bernie Ecclestone, ex-chefão da Fórmula 1, foi detido na...

Presidente do FNDE afirma não ter mantido contato com pastores no MEC

O presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação,...

Primeira edição da Bienal do Lixo começa nesta quinta-feira em São Paulo

A 1ª edição da Bienal do Lixo começa nesta...

Arena Fonte Nova anuncia novo lote de ingressos para o show do A-ha

Os fãs da banda A-ha terão mais uma...

19 cidades na Bahia estão com comunidades embaixo da água

Publicado em:

COMPARTILHE ESSE ARTIGO:

A Bahia tinha, neste sábado (25) de Natal, 19 cidades com comunidades embaixo da água, após as fortes chuvas que atingiram todo o estado nos últimos dias, principalmente as regiões sul e sudoeste.

Desde quinta-feira (23), o nível de rios voltou a subir e, nesta sexta (24), problemas como interdições e alagamentos foram registrados em diversas cidades.

Segundo a Sudec (Superintendência de Proteção e Defesa Civil do Estado da Bahia), já chegam à 66 os municípios em situação de emergência na Bahia, dentre os quais, Ilhéus, Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália, Teixeira de Freitas, Belmonte, Caravelas, Canavieiras, Eunápolis, Itaberaba, Itacaré, Itamaraju, Lajedão, Jucuruçu, Maragogipe, Mucuri e Prado

O total de pessoas desabrigadas passa de 4.000, enquanto mais de 11 mil foram desalojadas. Até aqui, ao menos 17 morreram desde o início das fortes chuvas no estado, no começo do mês.

O governador Rui Costa (PT) afirmou que, por conta da situação, mobilizou todas as forças do estado (Bombeiros, polícia e Defesa Civil) para atuar no problema, além de pedir ajuda a outros estados.

“Já recebi a resposta do governador do Maranhão, Flavio Dino [PC do B], [que] está mandando apoio; também do governador do Espírito Santo, o [Renato] Casagrande [PSB], de Minas Gerais, [Zema], está mandando helicóptero e apoio de pessoal; e falei ao telefone com o ministro João Roma [Cidadania]”, disse.

Uma base de apoio foi montada em Ilhéus, com o objetivo de facilitar a retirada de pessoas de áreas de risco e de casas que possam desabar em cidades no entorno, de acordo com o governador.

“O principal trabalho agora é prestar essa assistência inicial, restabelecendo ligação de água, de energia, tentando fazer ligação em estradas provisórias”, reforçou.

Aeronaves, caminhonetes e barcos foram levados à região para prestar socorro às pessoas ilhadas e transportar os moradores para áreas seguras. Cestas básicas e cobertores estão sendo distribuídos.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Conquista: Polícia prende acusado que esfaqueou cobrador durante assalto

O homem que esfaqueou um cobrador de ônibus em Vitória da Conquista, no Sudoeste, foi preso na noite desta quarta-feira (25) em Ribeirão do...

Rodelas tem mais de 90% em CadÚnico em situação de pobreza e extrema pobreza

As cidades de Rodelas, na divisa com Pernambuco; Cairu, no Baixo Sul; e Coronel João Sá, na divisa com Sergipe, registraram mais de 90%...

Capim Grosso: Homem é preso com pistola e drogas em ônibus que passava pela BR-407

Um passageiro, de 28 anos, foi preso por porte de drogas e de armas em uma ação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Bahia...