Morto em ação da Polícia Civil de Caravelas, Helbert Gil de Jesus Alcântara era investigado em processo criminal por envolvimento com o tráfico de drogas

Helbert Gil de Jesus Alcântara (19 anos) morreu em confronto com policiais civis de Caravelas, liderados por Dr. Marco Antônio Neves (delegado titular).

A ação aconteceu no início da tarde desta sexta-feira (19), na Rua Travessa Palmeiras, em Barra de Caravelas.

Investigadores e o delegado da Polícia Civil de Caravelas

Os policiais cumpriam mandado autorizado pela justiça criminal, através do processo N.º 8000775-73.2021.8.05.0050, instaurado para apurar a prática de tráfico de drogas e porte de arma.

Para não ser capturado, o jovem teria tentado escapar, atirando contra os policiais. No confronto, acabou sendo atingido. Ferido, ainda foi socorrido ao Hospital Municipal de Caravelas, mas acabou morrendo.

Arma e droga apreendida na ação da Polícia Civil de Caravelas

O acusado estava portando uma arma de fogo artesanal (tipo submetralhadora), municiada com 04 cartuchos. Na casa de onde ele tentava escapar foram localizadas 61 porções de maconha, 03 tabletes da mesma droga (pesando cerca de 158 gramas) e outras 94 gramas de cocaína.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário

SEJA UM PARCEIROWhatsApp do PrimeiroJornal (73) 99989-6889
Você repórter, seu espaço para participar com vídeos, fotos ou depoimentos