As organizações produtivas da agricultura familiar da Bahia agora contam com novas soluções financeiras, lançadas, nesta quarta-feira (13), durante workshop realizado em Feira de Santana. Entre as soluções apresentadas estão: capital de giro, antecipação de recebíveis, emissão e gestão de boletos bancários, entre outros, e atenderão associações e cooperativas apoiadas pelo projeto do Governo do Estado, Bahia Produtiva.
Uma das linhas apresentadas foi o Coopergiro, que atenderá as cooperativas de produção para custear os processos de beneficiamento de produção como aquisição de matéria prima, adiantamento para os cooperados, estocagem, etc. A taxa de juros será de 1,5% ao mês, com prazo de 12 meses, com até 03 meses de carência.
A Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), está destinando R$ 1,5 milhão para apoiar a implementação do Coopergiro, para que este possa chegar às cooperativas.
O evento é uma iniciativa da SDR/CAR, em parceria com a Associação das Cooperativas de Apoio à Economia Familiar (Ascoob/Cresol) e o Conselho Gestor do Fundo Rotativo (Cogefur) e conta com o apoio do Instituto Conexões Sustentáveis (Conexus).

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário

SEJA UM PARCEIROWhatsApp do PrimeiroJornal (73) 99989-6889
Você repórter, seu espaço para participar com vídeos, fotos ou depoimentos