Bete Rodrigues, marqueteira política, morreu neste domingo (12), em Vitória/ES
Bete Rodrigues (jornalista e publicitária) morreu aos 69 anos, na noite deste domingo (12), em sua residência, localizada na Praia do Canto, em Vitória.
Seu filho, Pedro Roque, que era sócio da mãe numa empresa de marketing político há 16 anos, contou que sua mãe estava tratando uma infecção urinária forte.
Sentindo um mal estar, quando estava deitada, tentou se reanimada pelo filho, com massagem cardíaca por cerca de 10 minutos até a chegada do socorro, mas não resistiu. A causa da morte pode ter sido parada cardíaca.
Fundadora do curso de Comunicação Social da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), se tornou conhecida por coordenar campanhas políticas no Espírito Santo e noutros estados do país, sobretudo, nas décadas de 80 e 90, com vitória de Albuíno Azeredo (1990), Vitor Buaiz (1994), José Ignácio Ferreira (1998), Paulo Hartung (2002-2006-2014) e Renato Casagrande (2010).
O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), manifestou pesar em uma rede social. “Recebi com muita tristeza a notícia do falecimento de Bete Rodrigues, uma profissional de grande competência, cuja genialidade marcou o marketing político em nosso estado”, afirmou.
Além de Pedro Roque, a jornalista deixa outros dois filhos.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário

SEJA UM PARCEIROWhatsApp do PrimeiroJornal (73) 99989-6889
Você repórter, seu espaço para participar com vídeos, fotos ou depoimentos