A votação aconteceu na tarde desta terça-feira (31), no Auditório José Alencar, na Assembléia Legislativa do Estado da Bahia (ALMG), em Belo Horizonte, e segue para análise do governo do estado, Romeu Zema.
O pedido apresentado pelos deputados é que uma parte dos recursos oriundos da indenização, decorrente da tragédia da mineradora Samarco, em Mariana, sejam destinados à retomada da operação da Estrada Ferroviária Bahia-Minas.
João Leite (Presidente da Comissão Pró-Ferrovia Bahia-Minas)
O projeto é considerado único com potencial de beneficiar, simultaneamente, os estados de Minas Gerais, Bahia e Espírito Santo, todos atingidos pelo desastre ambiental.
O valor em questão é uma parte dos quase 100 bilhões de reais, resultantes do acordo proposto pelo governo mineiro à Samarco.
De forma unânime, os deputados aprovaram a proposta colocada em pauta de votação pelo Deputado João Leite, Presidente da Comissão Pró-Ferrovia Bahia-Minas.

Os recursos financeiros é sempre uma parte importante em qualquer projeto e não seria diferente na proposta de reativação da Ferrovia Bahia-Minas, por isso mesmo, foi tão comemorada pelos deputados mineiros e pelo principal articulador na Bahia, o Prefeito de Caravelas, Silvio Ramalho, que participou da audiência Pública, acompanhado de Gilmar de Souza (Presidente da Câmara de Caravelas), de Robinho (Deputado Estadual) e de Luciana Machado (Prefeita de Nova Viçosa).

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário

SEJA UM PARCEIROWhatsApp do PrimeiroJornal (73) 99989-6889
Você repórter, seu espaço para participar com vídeos, fotos ou depoimentos