João Pedro Barreto agrediu a esposa, com chutes e murros, enquanto ela estava com uma criança no colo, próprio filho do casal. Outra criança assistiu à tudo, sem reação, sem saber o que fazer.
Mesmo sem entender o que estava acontecendo, não deve ter sido fácil para a criança ver a mãe ser agredida pelo próprio pai.
As cenas de violência mostram as agressões ocorridas na noite desta sexta-feira (23), no bairro Renovação 1, em Gandu, sul do estado da Bahia.
‘Barretinho’, como é mais conhecido, ameaçou de morte a esposa, na frente dos dois filhos. O próprio pai dele tentou impedir o espancamento e também acabou sendo agredido.
Vizinhos contaram à polícia que a sessão de espancamento começou um dia antes, na tarde de quinta-feira (22).
Apesar das imagens da violência, João Pedro Barreto foi ouvido e liberado em seguida. O delegado plantonista alegou que não havia boletim de ocorrência.
Indignado com a situação, o pai do agressor apresentou o vídeo e pediu para a polícia tomar as providências necessárias para garantir a vida e a integridade física da nora e de seus netos.
Desde o incidente, João Pedro Barreto não foi mais visto. A população está inconformada com o ocorrido e ameaça fazer justiça com as próprias mãos.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário

SEJA UM PARCEIROWhatsApp do PrimeiroJornal (73) 99989-6889
Você repórter, seu espaço para participar com vídeos, fotos ou depoimentos