Marcleo Angenica (prefeito de Itamaraju)
O Prefeito de Itamaraju, Marcelo Angênica, usou as redes sociais na noite desta segunda-feira (05) para adiantar a necessidade de decretar medidas mais rígidas, afim de conter o avanço da covid-19 no município.
Em quase 30 minutos de live, o gestor explicou os motivos exigindo essa medida, citando Araraquara/SP e Salvador/BA, como exemplos positivos de controle do número de casos, de internações e de óbitos, após a decretação de lockdown. Já no caso oposto, citou Brasília, onde houve crescimento no número de casos, após o relaxamento dessas medidas.
O novo decreto será divulgado nesta terça-feira (06), proibindo o funcionamento de vários estabelecimentos comerciais.
A medida, segundo o prefeito, será tomada com o intuito de conter o avanço de casos confirmados, de internações e de mortos. “No período, vamos intensificar a fiscalização nas ruas e das atividades para garantir o cumprimento dessas medidas”, afirmou.
A expectativa é que o fechamento seja decretado por 12 dias, a contar de quarta-feira (07) até o domingo (18), mantendo o toque de recolher.
Boletim epidemiológico dessa segunda-feira (05) foi divulgado com a atualização de dois novos óbitos. Neste domingo (04) três pessoas perderam a vida, em decorrência de complicações da doença. Entre os dias 26 e 31 de maio, outras cinco pessoas morreram na luta contra a covid-19. No período de 11 dias foram 11 óbitos.
O Centro Administrativo de Itamaraju (CEADI) já estava com as atividades suspensas desde a semana passada e continuaria assim, ao menos, até a próxima segunda-feira (12).

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário

SEJA UM PARCEIROWhatsApp do PrimeiroJornal (73) 99989-6889
Você repórter, seu espaço para participar com vídeos, fotos ou depoimentos