Tatiana Oliveira e Isaias Moitinho. O casal morreu num intervalo de poucas horas, com complicações da covid-19
Os dois estavam à quilômetros de distância, um do outro, mesmo assim, o casal Isaías Moitinho e Tatiana Oliveira morreu no mesmo dia, com poucas horas de diferença. Juntos em vida e na morte.
Os dois morreram neste domingo (04), dia de celebração da Páscoa, com complicações da covid-19, doença transmitida pelo novo coronavírus.
A morte prematura do casal deixou, nas redes sociais, um grande número de manifestações de familiares e amigos. Isaías ficou conhecido por sua atuação como mototaxista. O agravamento no seu quadro de saúde exigiu a transferência para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde não resistiu às complicações da doença. Sua esposa estava internada no Hospital Municipal de Itamaraju, com quadro da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARG-COV2).
Último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde de Itamaraju
Nos últimos dias, familiares e amigos intensificaram a preocupação com o casal. Várias postagens se espalharam nas redes sociais, criando uma grande corrente de orações pela melhora de ambos.
Isaías morreu no início da manhã. Sua esposa faleceu no início da noite. Os dois seguem juntos para a eternidade, deixando esse plano terreno, de braços dados, em mais uma grande demonstração do mistério da vida e do amor que sentiam um pelo outro.
COVID-19 EM ITAMARAJU – Segundo o último boletim epidemiológico da COVID-19, divulgado em 02 de abril de 2021, naquela data, 71 pessoas haviam morrido em razão de complicações da doença, com outros 361 itamarajuenses enfrentando sintomas ativos, isolados em casa.
Também chama atenção ao número de pacientes internados, com 7 no Hospital Municipal de Itamaraju e outros 15 com complicações graves da covid-19, internados em outras unidades de saúde da rede estadual. Ainda haviam outras 68 pessoas apresentando síndrome gripal, aguardando resultado de coleta. O total de recuperados já chega à 4290 de um total de 4722 casos confirmados da doença.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário

SEJA UM PARCEIROWhatsApp do PrimeiroJornal (73) 99989-6889
Você repórter, seu espaço para participar com vídeos, fotos ou depoimentos