Comitiva de Medeiros Neto visitando o o Parque Natural Municipal Maria e Amélio Siquara (local público com trilhas e visitação)
A visita aconteceu nesta sexta-feira (19). O objetivo foi conhecer o trabalho realizado com a gestão ambiental de resíduos sólidos e a experiência com a fiscalização, licenciamento e educação ambiental.
Os visitantes conheceram o processo de coleta e separação do material recolhido em Barra, Ponta de Areia e Caravelas, que é transportado para a usina de triagem de resíduos sólidos (localizada em Ponta de Areia).
Conteineres instalados no centro de Caravelas para a coletiva seletiva
Conteiners separados por cores dão o compasso da educação ambiental dos caravelenses. No interior do estado da Bahia poucos são os municípios com políticas de gestão do meio ambiente, focadas na educação e sustentabilidade.
Caravelas é a primeira cidade do extremo sul da Bahia a implantar e a manter em funcionamento o processo da coleta seletiva de resíduos sólidos, com a produção de vassouras de garrafas pet, separação de materiais (vidro, plástico, papel e metal), com a finalidade de comercializar para empresas de reciclagem.
Equipe da Secretaria de Meio Ambiente de Medeiros Neto, em visita à usina de triagem de resíduos sólidos (localizada em Ponta de Areia)
O Secretário de Meio Ambiente de Medeiros, Andres Sullivan Silva Ribeiro, ficou impressionado com o que viu em Caravelas. “O município tem uma gestão ambiental de sucesso, com o funcionamento da coleta seletiva, numa grande estratégia para minimizar o problema dos resíduos sólidos urbanos, além de todas as ações de educação ambiental”, destacou.
Para Edinéia França, Secretária de Meio Ambiente de Caravelas, “é motivo de orgulho fazer parte desse projeto, que coloca o município entre os poucos do país como referência em ações ambientais”, enfatiza.
Material recolhido e separado na coleta seletiva de Caravelas
PIONEIRISMO – A gestão ambiental se destaca entre os municípios baianos. Com pouco mais de 22 mil habitantes, Caravelas mantém o Parque Natural Municipal Maria e Amélio Siquara (com trilhas e visitação pública), além de possuir mais três Unidades de Conservação (Parque Nacional Marinho dos Abrolhos, Reserva Extrativista do Cassurubá e APA Ponta da Baleia Abrolhos). É também é o berço de tartarugas e das baleias jubartes e reduto de várias organizações não-governamentais, que ajudam a preservar a natureza e a conceber novos projetos de preservação.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário

SEJA UM PARCEIROWhatsApp do PrimeiroJornal (73) 99989-6889
Você repórter, seu espaço para participar com vídeos, fotos ou depoimentos