O caso aconteceu na noite de sábado (27), no bairro Tassizão, em Itamaraju.
Policiais da 43ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) atendiam à uma denúncia de briga generalizada, com participação de pessoas portando armas.
Chegando ao local, depararam-se com
Envolvido na aglomeração de pessoas em luta corporal, um dos envolvidos, após perseguido, disparou contra os policiais, na tentativa de fugir da abordagem.
No revide, acabou sendo atingido e, mesmo socorrido ainda com vida, não resistiu após dar entrada no Hospital Municipal de Itamaraju.
A arma utilizada por ele nos disparos foi um revólver calibre 38 (da marca Rossi, com quatro munições deflagradas e duas intactas), além de 24 (vinte e quatro) pedras de crack.
Esse material foi apresentado à Corregedoria da 43ª CIPM, como provas em inquérito policial militar para apurar a morte decorrente de oposição à intervenção policial, documento a ser à Justiça Militar Estadual.

.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário

SEJA UM PARCEIROWhatsApp do PrimeiroJornal (73) 99989-6889
Você repórter, seu espaço para participar com vídeos, fotos ou depoimentos