Conteiners da coleta seletiva, instalados na Praça Teófilo Otoni, no centro de Caravelas

Quinta-feira, dia 20 de agosto do ano de 2020, um dia histórico para a comunidade caravelense.

Um grande passo no caminho da preservação ambiental, marca o início da coleta seletiva, no município de Caravelas.
Recolhimento do lixo em Caravelas

Já dizia o ditado, a união faz a força. Vontade de fazer, respeito pelo próximo, desejo de preservação e cuidado com o espaço onde vivemos.

A destinação correta do lixo produzido pelas famílias, comércio e indústria sempre foi um grande desafio a ser superado em todo o planeta.
Em Caravelas, município com pouco mais de 21 mil habitantes, os moradores estão dando as mãos e mostrando que é possível.
A Associação de Moradores, Pescadores, Extrativistas, Marisqueiros e Catadores de Ponta de Areia (AMMPECPA), distrito de Caravelas, está à frente do projeto, com apoio técnico e monitoramento da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA).
Coleta do lixo separado pela população

A iniciativa começou com duas estratégias para coleta do material: com um caminhão passando em dia específico e outro com a instalação de conteiners para a coleta voluntária (instalados na Praça Teófilo Otoni, no centro de Caravelas).

Todo o material recolhido será destinado à Usina de Triagem de Materiais Recicláveis (localizada nos fundos do antigo Ponto de Apoio da Júlio Simões), onde será embalado e revendido para arcar com a operação e custo de seis funcionários.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário

- VOCÊ REPÓRTER - Envie fotos, vídeos e informações sobre o que você viu.
Whatsapp (73) 99989-6889 | Email: primeirojornal@hotmail.com