A manifestação está marcada para às 08h00 desta sexta-feira(03), na BR-101, numa interdição nos dois sentidos da pista, na altura do Posto Serral, em Itamaraju.

A Associação dos Cosmeteiros e Vendedores ambulantes espera atrair para a manifestação comerciantes, informais e a população que deseja voltar ao trabalho, obedecendo as regras da Vigilância Sanitária.

A categoria se queixa da proibição de entrar em cidades onde foram instaladas barreias santarias, durante a pandemia do novo coronavírus.

Segundo um dos organizadores do protesto, Hélio Viana, “muitos municípios fizeram barreiras e estão impedindo a entrada dos mascates para vendas e até mesmo cobrança, causando um grande prejuízo”, afirma.

Planilha de dados apresentados pela categoria mostram uma relação de mais de mil trabalhadores atuando como vendedores e cobradores, que estão enfrentando problemas financeiros em decorrência do problema. Desse número, 700 seria só da cidade de Itamaraju.

Outro integrante do movimento, Junior Farias, disse que “muitos não conseguiram receber o Auxilio Emergencial do Governo Federal e já estão passando por necessidades, inclusive, alimentícias”, destacou.

afirmou que os mais de 700 Cosmeteiros que trabalham em Itamaraju e região injetam aproximadamente 3 milhões na economia de Itamaraju e por conta das barreiras sanitárias que dificultam o acesso aos municípios para efetuarem vendas e cobranças eles estão sem rendimentos para honrar credores e a manutenção de suas familiais.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário

- VOCÊ REPÓRTER - Envie fotos, vídeos e informações sobre o que você viu.
Whatsapp (73) 99989-6889 | Email: primeirojornal@hotmail.com