Baixa movimentação nos poucos estabelecimentos abertos nesta segunda-feira (25), na cidade do Prado, com boa parte da atividade comercial e financeira suspensa, por conta da antecipação do feriado de São João (comemorado em 24 de junho).
.
A medida foi utilizada pelo Governo da Bahia como ação complementar na prevenção ao contágio e ao enfrentamento da propagação do novo coronavírus, causador da COVID-19.
Resultado dessa iniciativa, beira-mar com nenhuma barraca aberta e um litoral deserto, reflexo da preocupação dos pradenses com a doença que avança pelo mundo há vários meses.

Com casos confirmados entre os primeiros no estado baiano, o município de Prado supera mais de 60 dias com controle do avanço da doença. O boletim desta segunda-feira (25) contabilizava sete casos confirmados, com um deles em isolamento e outros seis já recuperados.

Grande parte desse histórico, segundo a Prefeita do Prado, Mayra Brito, “se deve às medidas impostas – e pela adesão e participação de todos os pradenses – para evitar a doença e a transmissão para as pessoas mais próximas, consideradas do grupo de risco”, destaca.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário

- VOCÊ REPÓRTER - Envie fotos, vídeos e informações sobre o que você viu.
Whatsapp (73) 99989-6889 | Email: primeirojornal@hotmail.com