Como fazer a vistoria correta ao alugar um imóvel em Salvador

Alugar um imóvel em Salvador, assim como em qualquer lugar do mundo, deve ser feito com o máximo de cuidado para não se entrar em nenhuma furada. Saiba que existe muita coisa acerca de um apartamento para alugar em Salvador que precisa ser conferido, e que muita gente que não liga para essa etapa acaba por sair prejudicado no final, com o apartamento alugado dando diversos problemas. É preciso saber que às vezes algo que inicialmente parece vantajoso por conta do baixo preço, com o tempo pode te fazer gastar ainda mais dinheiro do que se tivesse alugado um lugar em plenas condições.

Por isso, a vistoria é bastante importante no processo de achar um imóvel para alugar. A vistoria é a etapa em que você vai conferir se a casa está em condições plenas de moradia, se não tem problemas graves de infiltração, se o encanamento não está com problema, se o sistema de energia não está defasado e falhando. Enfim, tudo o que pode estar errado com uma residência precisa ser checado para não ter nenhuma surpresa desagradável. Às vezes é mais certo desistir de certo lugar por conta dos problemas apresentados, do que persistir em algo que pode atrapalhar o seu dia a dia na casa depois.

Salvador é uma linda cidade histórica do Brasil, sendo a capital do estado da Bahia, localizado na Região Nordeste brasileira. Tendo uma cultura rica e popular, seu carnaval é um dos maiores do país, o que pode ser um ponto a favor para aquelas pessoas que são foliões natos. A arquitetura também é bastante rica no lugar, tendo muitos prédios antigos e históricos. Quem sabe você não consegue alugar um imóvel num deles, hein? Não seria legal morar numa casa tão cheia de história?

Para aquelas pessoas que necessitam de esclarecimento sobre a fase da vistoria no aluguel de um imóvel, fizemos esse artigo explicando alguns pontos sobre ela.

Importância: Pense que caso você for alugar um imóvel de alguém, essa pessoa pode declarar no final do contrato quando for entregar a casa, que ela não está como antes. Seja o que for, se estiver com pregos em demasia nas paredes, se tiverem quebrado alguma divisória, trocado de lugar alguma coisa, ou ainda se você não tiver feito nada e aquilo não passe de um delírio do dono, é importante ter tudo isso delimitado antes, na ocasião da posse do imóvel mediante o aluguel. Do contrário, você pode ser obrigado a arcar com alguma coisa na casa que não foi sua responsabilidade. Seria injusto, logicamente, mas se você não se precaver antes pode acontecer.

Agora se você for o dono do imóvel e pretende alugá-lo, a premissa é a mesma, bastando apenas inverter os papeis. Imagine que a sua casa de aluguel em Salvador é posta para alugar e o locatário destrói algumas coisas nela, você não terá como exigir o restabelecimento do seu imóvel caso a vistoria não tenha sido feita. Imagine ter um imóvel como uma fonte de renda importante e de repente ter que arcar com concertos por conta de um inquilino irresponsável. Seria horrível, certamente.

Vistoria: A vistoria que é preciso ser feita pela pessoa quando se visita um imóvel, é importante para identificar possíveis defeitos a olho nu no imóvel. Buracos de qualquer natureza, furos nas paredes da casa, riscos no chão, dentre outros, precisam ser checados e armazenados em fotos antes de assinar o contrato. Você não quer pagar por algo pelo qual não foi responsável, não é?

Alguns contratos costumam ter natureza muito geral, dizendo apenas que o imóvel está em perfeitas condições. Sendo assim, para se proteger quanto a um possível desgaste com o dono, faça fotos e vídeos de todas as dependências do imóvel, guardando consigo caso seja acusado de ter feito algo que não fez. Faça isso minuciosamente e nunca se desfaça do material até sair daquele local. Pois se você deletar as provas, na hora que precisar delas não as terá.

As deteriorações causadas pelo inquilino é de responsabilidade dele, esse tipo de questão é causada por conta do mau uso do imóvel. Em contrapartida, existem os chamados vícios redibitórios, que são problemas já existentes no local, mas que aparecem com o passar do tempo do locatário no lugar. Esse tipo de problema é oculto, como alguma disfunção na rede elétrica ou hidráulica que com o uso constante da pessoa na casa aparece mais cedo ou mais tarde. Esse tipo de vício deve ser concertado pelo locador, já que é um problema estrutural da casa.

Contrato: O laudo da vistoria do imóvel deve estar fixado ao contrato, essa é a forma mais assertiva de você se resguardar de qualquer problema legal futuro relacionado ao estado do imóvel. Caso algo dê errado e você tenha que pagar algo referente ao tempo em que alugou determinada casa ou apartamento, tudo estará esquematizado e você não precisará se preocupar de estar sendo enganado ou lesado de alguma forma.

É importante lembrar que o contrato só será válido se for assinado e firmado em cartório pelos dois, tanto o locador quanto o locatário. Se sabe que é bem usual duas pessoas firmarem um contrato oral, ou assinarem um contrato sem ser validado no cartório. Sabemos, no entanto, que legalmente esse tipo de acordo ou contrato não vale, e se você for tentar se defender de qualquer coisa, sendo você o inquilino ou o dono e não tiver nada assinado e reconhecido, você simplesmente não conseguirá provar estar certo. Por isso é importante sempre se resguardar como manda a lei, lembrando sempre de conversar muito e manter uma boa relação com o seu locador ou com o seu locatário.

Agora que já falamos sobre como fazer uma vistoria legal ao alugar um imóvel em Salvador, te convidamos para voltar ao nosso site e ler mais alguns dos nossos artigos. Você não irá se arrepender!

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário

- VOCÊ REPÓRTER - Envie fotos, vídeos e informações sobre o que você viu.
Whatsapp (73) 99989-6889 | Email: primeirojornal@hotmail.com