A reunião aconteceu teve o objetivo de orientar os donos de frigoríficos para garantir a saúde de todos, respeitando as medidas impostas para evitar o contágio e a propagação da COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Segundo a Coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Daiana Carrilho, “com o fim do defeso do camarão, as atividades pesqueiras estão se intensificando. A chegada e saída de barcos dos portos e o beneficiamento do camarão, após o fim do defeso, acendeu a luz de alerta para a necessidade de orientação à esse segmento”, explicou.

60 DIAS DEPOIS DOS PRIMEIROS CASOS NA BAHIA – O município de Caravelas continua sem nenhum caso de paciente ativo com a COVID-19, ainda assim, tem intensificado as ações de orientação para os cuidados necessários à proteção da saúde das pessoas.

Desde a edição do primeiro decreto municipal, ainda em março, o município de Caravelas já reuniu diversos segmentos da sociedade para orientar e conscientizar sobre o comportamento que cada um deve ter diante da proximidade do novo coronavírus.

A autorização para a abertura de igrejas também foi condicionada à esses cuidados, inclusive, recebendo borrifadores, galões de álcool (70%) e máscaras.

Barreiras sanitárias, montadas na BR-418 e na Barra de Caravelas monitoram as condições de saúde de todos que chegam à cidade. No município, as exigências ainda estão em tom de orientações, isso a depender do comportamento dos caravelenses.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário

- VOCÊ REPÓRTER - Envie fotos, vídeos e informações sobre o que você viu.
Whatsapp (73) 99989-6889 | Email: primeirojornal@hotmail.com