O melhor remédio é a união de todos

Prado, um dos primeiros municípios à contabilizar casos confirmados da COVID-19, no extremo sul do estado da Bahia, viu nesta sexta-feira (17) zerar o número de pacientes suspeitos e monitorados e igualar o número de contaminados e recuperados, zerando a conta, enquanto mais de mil municípios brasileiros se assustam com o número crescente de contaminados e mortos.

.

Em todo o território pradense, foram quatro as pessoas que contraíram a doença. Um homem com histórico de viagem pelo exterior, sua atual companheira, seu filho e sua ex.

Higiene pessoal e dos objetos utilizados no dia-a-dia ajudam à diminuir o risco de contágio e propagação da doença

A doença ficou concentrada numa única família. Parte do sucesso, se deve ao comprometimento e consciência dessas pessoas, ao se manterem em isolamento e evitar o contágio. Noutra, tem mérito também a população. A presença do vírus fez muitos se protegerem.

Em todo o planeta, a quarentena tem se mostrado como melhor remédio contra o contágio do novo coronavírus. O que é tese para muitos, os pradenses mostraram na prática que funciona. Foram exatos 31 dias de medidas de isolamento social, desde o primeiro caso.

Uso de máscara e lavar as mãos com frequência também tem mostrado grande eficiência na luta contra a COVID-19

Resultado, o município venceu, ao menos até aqui, a luta contra o novo coronavírus e o preconceito de quem temia manter contato com moradores pradenses.

Ao resultado positivo, ainda devem ser contabilizadas, principalmente, as medidas decretadas pela Prefeitura do Prado. No dia da primeira confirmação, em 17 de março, o comércio foi fechado e a cidade praticamente parou. Por uns dez dias, quase ninguém na rua. O comércio só foi autorizado à reabrir na próxima quarta-feira (22).

Depois de um mês, o município reverte a imagem de vetor para mostrar o quanto a disciplina, a união dos moradores e as medidas de prevenção conseguem superar o contágio e a propagação do vírus.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário

- VOCÊ REPÓRTER - Envie fotos, vídeos e informações sobre o que você viu.
Whatsapp (73) 99989-6889 | Email: primeirojornal@hotmail.com