Morreu o ex-prefeito de Itamaraju Dr. Orlandino Paixão

ORLANDINO LOPES DA PAIXÃO, natural de Amélia Rodrigues, região metropolitana de salvador, chegou a Itamaraju em meados da década 1960, onde por décadas atuou na medicina. Gostou tanto da cidade que por aqui ficou, casando-se com a itamarajuense Ana Margarida, relação da qual rendeu dois filhos “Gustavo Paixão” e Gabriel Paixão”, conhecidos dos itamarajuenses.

.

Em Itamaraju, dado o seu carisma e simpatia, conquistou a comunidade local, tornando-se no município um dos homens mais influentes do seu tempo, sobretudo na politica local. “Doutor Orlandino”, como ficou conhecido, foi eleito prefeito, por duas vezes, sempre com votação expressiva, em 1983 e 1993.

As suas gestões foram marcadas por grandes obras, como construção de hospitais, escolas, a exemplo da Escola Municipal Reitor Edgard Santos, e pavimentação de ruas, onde sempre procurou manter uma relação de proximidade com o Governo do Estado. Sabe-se que foi um prefeito simples e muito próximo da população, onde as portas da sua casa estavam sempre abertas à comunidade, motivo pelo o qual ficou conhecido como o “pai dos pobres”.

Dr. Orlandino Paixão (ex-prefeito de Itamaraju)

Orlandino nos anos finais da sua primeira gestão, entendendo as dificuldades da Prefeitura de Itamaraju para atender às demandas do “Chumbo”, que ficava muito distante da sede, abriu caminhos para que o então distrito do nosso município se tornasse o que conhecemos hoje como município de Jucuruçu. A gratidão e reconhecimento ao ex-prefeito foi externada mais adiante numa homenagem prestada pelo novo município ao inaugurar, no distrito de Monte Azul, a Escola Municipal Orlandino Lopes da Paixão.

Apaixonado que era pela política, Orlandino chegou a se candidatar em outros pleitos eleitorais, mas não obteve êxito. Entretanto, em outros momentos, dada a sua influencia, alguns candidatos se elegeram prefeitos contando com o seu apoio. Afastado da politica, seguiu no exercício da medicina, até ser acometido nos últimos meses por problemas de saúde.

Com 83 anos, um dos maiores políticos de Itamaraju, após cumprir a sua missão terrena, marcada por uma bela história de vida, deixa um legado ao município que tão bem o acolheu, e se despede dos itamarajuenses, ao falecer no final da tarde de hoje, por causas naturais.

Itamaraju agradece pelos serviços prestados e se solidariza com os seus familiares neste momento de grande perda. Siga em paz, “Doutor Orlandino”.

Por Sidney Oliveira

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário

- VOCÊ REPÓRTER - Envie fotos, vídeos e informações sobre o que você viu.
Whatsapp (73) 99989-6889 | Email: primeirojornal@hotmail.com