O plano tem contribuído para aumentar a produtividade da mandioca, com capacitações, adequação no beneficiamento da mandioca, através do Programa Farinheira Sustentável, da comercialização, associativismo e financiamentos, dentre outras ações.

O evento de apresentação aconteceu nesta terça feira (13), durante coletiva de imprensa realizada no auditório da Câmara de Vereadores de Teixeira de Freitas. Presença de secretários municipais de agricultura de várias cidades do extremo sul da Bahia e representantes de entidades participantes do projeto, construído de forma coletiva junto ao Colegiado Territorial.
Araildes Martins (BNB)

O objetivo, segundo Araildes Martins (agente de desenvolvimento/Banco do Nordeste), “foi expor os produtos de agricultores treinados pelo PAT, além de apresentar as ações do Programa de Desenvolvimento Territorial do Banco do Nordeste (PRODETER) no Extremo Sul da Bahia, iniciado no ano de 2016”, destacou.

Para o Secretário Municipal de Agricultura, Ademar Botelho, “a maior contribuição do PAT tem sido a ativa participação das secretarias municipais da agricultura de vários municípios, construindo uma rede de troca de informações e de experiências”, argumenta.
O PAT – O Plano de Ação Territorial da Mandiocultura (PAT) já conta com 80 ações ligadas à avaliação, resgate, multiplicação e produção de material genético por meio da REDE RENIVA da EMBRAPA, criando o sistema sustentável de produção nos municípios integrantes: Alcobaça, Caravelas, Ibirapuã, Itamaraju, Prado, Teixeira de Freitas, Nova Viçosa, Mucuri, Jucuruçu, Medeiros Neto, Lajedão.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário

- VOCÊ REPÓRTER - Envie fotos, vídeos e informações sobre o que você viu.
Whatsapp (73) 99989-6889 | Email: primeirojornal@hotmail.com