Hoje em dia é impossível passear pelas ruas sem ver alguém concentrado na tela do seu celular. A verdade é que as pessoas estão tão conectadas que passam muito mais tempo online, nas redes sociais e nos navegadores, do que off-line, sem os olhos na telinha dos smartphones. Um dos grandes responsáveis por esse cenário são os dados móveis, oferecidos pelas diversas empresas de telefonia, as pessoas têm fácil acesso à internet móvel e, por economia, muitas também se conectam às redes de wifi encontradas pelo caminho. No entanto, o último caso se mostra mais perigoso que o primeiro, afinal as redes desprotegidas podem trazer grandes dores de cabeça, problemas e riscos para quem costuma navegar usando essa conexão aberta.

Riscos ao usar uma rede pública: De acordo com os especialistas da área, o grande risco das redes públicas é que ocorre a interceptação dos seus dados durante a navegação. Os cibercriminosos, aproveitam as falhas de segurança encontradas, e conseguem ter acesso a todos os seus dados online, mesmo aqueles sigilosos e protegidos com senhas. Em função disso, não é recomendado nenhuma atividade que envolva transações bancárias, dados financeiros e partilha de informações sigilosas nos navegadores de redes públicas. Além disso, há também algumas dicas de cuidados que devem ser tomados sempre que você precisar usar essas conexões abertas. São elas:

  • Mantenha o sistema operacional atualizado: Constantemente os desenvolvedores dos sistemas móveis, como o Android e o iOS, solicitam a atualização do mesmo para o reparo de falhas de segurança, de possíveis bugs, dentre outros motivos. Assim, é essencial que você esteja sempre com a última versão do seu sistema operacional em vigor, para evitar as possíveis falhas de segurança do seu aparelho.
  • Evite as redes sem senhas: Uma rede pública com senha limita o seu acesso e oferece um certo grau de criptografia aos seus usuários. Desta forma, o tráfego passa a ser monitorado e codificado, dificultando o acesso dos criminosos aos dados partilhados na rede. Ou seja, é uma camada de proteção oferecida aos usuários que pode evitar muitos problemas futuros, então tente sempre evitar as redes sem senhas uma vez que oferecem mais riscos.
  • Use uma solução Antivírus: É claro que ter um smartphone com o sistema operacional atualizado ajuda bastante, como já mencionamos anteriormente, mas você pode inserir uma camada a mais de proteção usando um antivírus no seu celular. Hoje em dia existem vários pacotes oferecidos na internet, e você pode escolher o que mais se encaixa nas suas necessidades para aumentar assim, a sua segurança em redes públicas.
  • Use uma VPN: As VPNs são uma das ferramentas mais eficazes quando o assunto é proteção online, afinal elas criam uma espécie de túnel que impede a interceptação de criminosos, e garante a proteção dos seus dados partilhados. Temos como exemplo a ExpressVPN – uma empresa que têm se destacado bastante no Brasil, devido ao seu alto nível de segurança oferecido. E, além dela, existem ainda várias outras VPNs, tanto pagas quanto gratuitas, que podem te ajudar na hora da navegação.

No caso de você usar frequentemente as redes públicas, o mais recomendado é uma PPTP VPN para proteger os seus dados e assegurar que você não tenha nenhum problema enquanto navega. E os benefícios dessa ferramenta não se restringem a isso, o que é o melhor de tudo.

  • Verifique o nome e o local da rede: Uma das táticas mais comuns, usada pelos criminosos, é criar redes de wifi próximas de estabelecimentos públicos, para chamar a atenção dos usuários, e fazer com que eles naveguem na rede que tem o nome parecido à do local original. E, uma vez que a pessoa faz login nessa rede oferecida, o criminoso passa a ter acesso a todos os dados partilhados. Por isso, verifique sempre o nome do wifi em questão e confira também se ela bate com o local em que você está.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário

- VOCÊ REPÓRTER - Envie fotos, vídeos e informações sobre o que você viu.
Whatsapp (73) 99989-6889 | Email: primeirojornal@hotmail.com