Delvino Zanco (74 anos) e Maria Soleni Zanco (72 anos)

Nem a morte os separou. Por mais de 50 anos, os dois viviam sempre juntos. Tudo o que faziam, tinha a companhia do outro. O casal foi sepultado nesta terça-feira (11). Deixam três filhos, quatro netos e dois bisnetos.

 

Delvino Zanco (74 anos) estava internado desde 31 de maio, com leucemia. Já a esposa tinha um histórico de três acidentes vasculares cerebrais (AVC) e deu entrada no hospital, com algumas complicações, no dia 06 de junho. Maria Soleni Zanco (72 anos) faleceu por conta de uma pneumonia.

No prontuário médico do Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), de Passo Fundo, no Norte do Rio Grande do Sul, Delvino morreu às 09h25 de segunda-feira (10) e Maria morreu às 09h30, exatos cinco minutos depois.

Adriano Lubini, médico que acompanhava Maria Zanco, ficou muito intrigado com o caso. “Eu já tenho 12 anos de profissão e foi a primeira vez que vi acontecer um fato desse”, reconhece.

Os filhos contam que os dois [Delvino e Maria] eram sempre vistos com um largo sorriso no rosto. Quase nunca se queixavam de nada. Saíam de mãos dadas, estavam sempre juntos, um ao lado do outro.

O casal estava internado em quartos diferentes e, apesar da proximidade, não teria como um saber o que estava acontecendo com o outro. Casados há tanto tempo e morrerem com tão pouco tempo de diferença, quase dá pra dizer que seguiram pelo caminho da morte, juntos, assim como fizeram durante toda a vida.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário

- VOCÊ REPÓRTER - Envie fotos, vídeos e informações sobre o que você viu.
Whatsapp (73) 99989-6889 | Email: primeirojornal@hotmail.com