O acusado teria abusado sexualmente, no último sábado (25), de uma criança de 11 anos, de quem já foi ex-padrastro. A figura paterna e a proximidade da vítima é um agravante do crime imputado à Diorlando de Jesus Souza (27 anos), ex-detendo do Presídio de Teixeira de Freitas por assalto à mão armada.

De acordo com os relatos da criança, ela teria sido levada à força, sob ameaça, na garupa de uma motocicleta, em companhia do acusado, para uma área de vegetação nas proximidades do entorno da cidade de Itamaraju, numa região conhecida como ‘Cachoeira do Rio do Ouro’.

Depois do abuso, a criança foi deixada sozinha no local. Desorientada, conseguiu chegar ao bairro Tarcísio Carletto (conhecido como ‘Tassizão’), onde conseguiu ajuda.

Localizado pela polícia, Diorlando de Jesus Souza (27) foi preso em flagrante delito pelo crime de estupro de vulnerável e encaminhado para a sede da 8ª Coorpin, em Teixeira de Freitas, onde vai aguardar as providências da justiça criminal. Contra ele pesam relatos de históricos de abusos anteriores, inclusive, contra outras duas crianças de 6 e 8 anos, afastadas do lar familiar, depois de os avós maternos descobrirem o crime, quando elas viajaram para o estado de São Paulo, onde permanecem, por segurança, fato confirmado pela mãe.

Ao prestar depoimento, o acusado negou o cometimento do crime, alegando engano e mentira.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário

- VOCÊ REPÓRTER - Envie fotos, vídeos e informações sobre o que você viu.
Whatsapp (73) 99989-6889 | Email: primeirojornal@hotmail.com