Encenação da Paixão de Cristo em Alcobaça

A atuação da juventude alcobacense emocionou na dramatização, ao contar a história de vida de Jesus Cristo. A Paixão de Cristo, realizada na noite de sexta-feira (19), atraiu pessoas de várias cidades da região extremo sul da Bahia, num espetáculo de grande potencial do turismo religioso da cidade alcobacense.

Milhares de pessoas lotaram as arquibancadas instaladas no circuito da apresentação teatral

Milhares de pessoas assistiram atentas à cada cena, interpretada por mais de 100 atores, em nove diferentes cenários, montados, na orla de Alcobaça, região central da cidade. Espetáculo à céu aberto, à beira-mar, à luz do luar.

Uma grande produção, com iluminação e sonorização de grandes eventos, arquibancadas e alambrados, resultado do apoio da Prefeitura Municipal de Alcobaça, da sociedade civil alcobacense, comércio e empresários.

Para o Pároco de Alcobaça, Padre Raul, “a encenação é um importante trabalho para manter presente na memória o sofrimento de Jesus, sua paixão, morte e ressurreição, como sacrifício por toda a humanidade”, explicou.

A turista mineira, da cidade de Teófilo Otoni, Patrícia Pereira de Souza, ficou muito emocionada com a encenação. “Ficou tudo muito bonito, muito emocionante. Se Deus quiser, no ano que vem, estaremos aqui novamente”, disse.

André Negrão, diretor da peça teatral

O diretor do espetáculo, André Negrão, agradeceu “à sociedade civil alcobacense, ao comércio e à juventude que abraçou a causa e o desafio de manter viva a tradição religiosa e o significado da Paixão de Cristo na religião e no potencial turístico da cidade”, pontuou.

Suzana Brito, Padre Raul e Léo Brito

Segundo o Prefeito de Alcobaça, Léo Brito, “vários ônibus foram utilizados para transportar moradores de distritos e comunidades rurais. O resultado foi muita gente, cerca de 5 mil, assistindo e prestigiando o trabalho da juventude alcobacense”, afirmou.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário

- VOCÊ REPÓRTER - Envie fotos, vídeos e informações sobre o que você viu.
Whatsapp (73) 99989-6889 | Email: primeirojornal@hotmail.com